Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Prefeitura de Maricá fecha aeródromo da cidade

Fotos: Vander Chiclete e Rosely Pellegrino

Queda de aeronave no Centro de Maricá, na tarde desta quarta-feira matou um dos ocupantes e deixou um ferido

A Prefeitura de Maricá interditou no dia de hoje (11/09), o aeródromo municipal.

A decisão foi tomada após a queda do monomotor modelo Cesna l52 , prefixo PRJBA, na tarde desta quarta-feira, 11 de setembro, na Rua Luis Alberto Machado, no bairro Parque Eldorado, Centro da Cidade.

Segundo informações, uma possível pane no motor pode ter causado o acidente, tendo em vista que o piloto da aeronave, o instrutor João Antônio Soares, 36 anos,  que morreu no local do acidente, era uma pessoa experiente. O outro ocupante, o aluno Caio Freitas, 19 anos, ficou ferido e foi levado para o Hospital Conde Modesto Leal, e a seguir foi transferido pelo helicóptero da Polícia Cívil, para um hospital no Rio de Janeiro, com possível traumatismo craniano.

O local foi isolado pela Guarda Municipal e a CENIPA- Centro de Investigação e de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, períciou o local. A causa do acidente só será informada no relatório final.

Um morador que assistiu a queda do avião, informou que o piloto tentou um pouso forçado na via publica, mas que o trem de pouso da aeronave prendeu nos fios da rede elétrica, arremessando a aeronave contra o muro de uma residência.

DSCN7176DSCN7177DSCN7178DSCN7179DSCN7180DSCN7182DSCN7183DSCN7186

O fechamento do aeródromo

O fechamento proíbe pousos e decolagens por prazo indeterminado e um decreto, já assinado pelo prefeito Washington Quaquá, será publicado na próxima edição do Jornal Oficial do Município (JOM). Para garantir a interdição da área, equipes da Guarda Municipal ficarão na entrada do local a partir desta noite.

O monomotor que caiu na cidade era utilizado para voos de instrução por um aeroclube que opera sem autorização legal no aeródromo de Maricá. A interrupção das atividades irregulares no aeródromo é uma batalha da atual administração municipal. A cessão para uso do solo no local – que permitiu o funcionamento das escolas de aviação existentes e de outras atividades igualmente irregulares até hoje – foi realizada em 2006 pelo antigo Governo Municipal, sem licitação. Em 2009, o TCE considerou todas as doações irregulares e determinou a cassação das atividades, o que está sendo cumprido.

Em 2012, o atual Governo cassou, por meio da Secretaria Municipal de Fazenda, os alvarás de funcionamento das escolas de pilotagem. Há uma ação judicial das empresas contra a decisão. Diante do descumprimento legal das empresas, a Prefeitura de Maricá informou os fatos à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e à Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República.

Anúncios

Setembro 11, 2013 Posted by | acidente aéreo, jornalismo, Maricá | , , | Deixe um comentário