Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Abertura da mostra indígena na Casa de Cultura de Maricá atrai admiradores da tribo Tupi-Guarani

Exposição em homenagem a cultura indígena abre os festejos dos 200 anos de Emancipação Política Adminstrativa de Maricá, resgatando as raízes da nossa história

Historiadora Maria Penha orgulhosa com o resultado de um trabalho bem feito.Exposição em homenagem a cultura indigena, Casa de Cultura de Maricá. foto 2 Renata Gama

Exposição em homenagem a cultura indigena, Casa de Cultura de Maricá. foto 4 Renata Gama Exposição em homenagem a cultura indigena, Casa de Cultura de Maricá. foto Renata Gama

Exposição em homenagem a cultura indigena, Casa de Cultura de Maricá. foto 3 Renata Gama artesanato indigena pau de chuva e zarabatana

Os pequenos indios da Aldeia da Mata Bonita gostaram de se ver retratados na exposiçãoindias da Aldeia da Mata Verde Bonita

artesanato indigena mini escuturas em madeira. foto Renata Gama armas e artesanto indigena

artesato indígena, Aldeia Mata Verde Bonita foto 3 de Renata Gama artesanato indígena, rede feita a mão, Aldeia da Mata Verde Bonita. foto Renata Gama.

escultura em madeira, artesanato indígena Aldeia Mata Verde Bonita, foto 2 Renata Gamaescultura em madeira, artesanato indígena Aldeia Mata Verde Bonita, foto Renata Gama

A abertura da exposição “A Herança Indígena em Terras Maricaenses”, na Casa de Cultura de Maricá, atraiu muita gente na noite de quinta-feira (15.05), curiosa da vida e cultura do povo Tupi-Guarani, que habita a localidade desde antes de sua origem e influenciou fortemente os moradores da cidade. Entre as inúmeras pessoas que prestigiaram a mostra, a primeira-dama Rosângela Zeidan, que não poupou elogios.

A lider da Aldeia da Mata Verde Bonita, e a primeira dama de Maricá Rosangela Zeidan“É muito importante enaltecermos o lugar dos índios em nossa história, principalmente agora que vamos comemorar os 200 anos de emancipação do município”, disse a primeira dama Rosangela Zeidan ao comentar sobre a exposição.

Coral da Aldeia da Mata Verde Bonita A pequena Sophia, filha do cacique Darcy Tupã, participou do coral, encantando os presentes, 2O coral da tribo Tupi Guarani, da Aldeia da Mata Verde Bonita, abriu a exposição “A herança Indígena nas Terras Maricaenses”

Secretário Municipal de Cultura de Maricá, Sérgio Mesquita durante a abertura da Exposição em Homenagem a Cultura Indígena. Um resgate da raiz da história de Maricá. Secretário Municipal de Cultura de Maricá Sérgio Mesquita abrindo a exposição A Herança Indígena nas Terras Maricaenses

Em sua  fala na abertura, o Secretário Municipal de Cultura de Maricá, Sérgio Mesquita disse: Nós “civilizados” temos muito a aprender com este povo “primitivo”. Como rápido exemplo, o respeito que possuem pelas crianças e pelos mais velhos. Ou ainda, como eles coadunam suas raízes, suas histórias e tradições com a modernidade e a tecnologia. Diferente de nós, eles mantém suas tradições enquanto nós, esperamos a nova moda do momento e, trocamos nossos sacis e curupiras pelo Halloween.

Cacique Darcy Tupã durante sua fala na abertura da Exposição em homenagem a Cultura Indígena, na Casa de Cultura de Maricá. foto Renata GamaMestre de cerimonia Marcos de Dios relembrou a raiz da nossa história 

O cacique da Aldeia da Mata Verde Bonita, Darcy Tupã, lembrou com emoção, da ajuda e do apoio, que a tribo recebeu do prefeito de Maricá Washington Quaquá, no momento em que atearam fogo na aldeia em que eles viviam em Camboinhas, assista abaixo o vídeo produzido pelo jornalista Jorge André, com a fala do cacique e momentos importantes da abertura da exposição.

 

Assista o vídeo e veja como foi a abertura da exposição A herança Indígena nas Terras Maricaenses”

Historiadora Maria Penha falou com orgulho da exposição A historiadora Maria Penha, agradeceu a equipe de trabalho, mencioando a importância cultural dos indígenas e sua influência na cultura de Maricá.

O cerimonial ficou por conta do professor e historiador Marcos de Dios, que enfatizou a importância de resgatar as raízes da história do município. (na foto: subsecretário Municipal de Cultura de Maricá, Zola Xavier, o historiador Marcos de Dios e a historiadora Maria Penha).

Também presentes os secretários de Direitos Humanos, Miguel Moraes, de Educação, Adriana Luiza e o subsecretário de Turismo, Amilcar Júnior, além do indigianista, Tony Lotar, do vereador Robson Dutra, do presidente do ISSM, Luiz Carlos Bittencourt e da jornalista Lurian Silva. Da aldeia Mata Verde Bonita,  o Cacique Darcy Tupã ficou orgulhoso com a exposição e com a apresentação do coral da tribo, que encantou a todos com seu ritmo e afinação, também elogiados pelo cacique Carlos Tucano, representante da Aldeia Maracanã.

A idealizadora do projeto Rosely Pellegrino, o Cacique da Aldeia Maracanã, o Cacique Tupã, Maria Penha Historiadora e a arquiteta Renata Gama

Durante o coquetel, alunos do EJA da E.M. Domício da Gama aproveitaram a oportunidade para adquirir conhecimentos extraclasse, trocando informações sobre os objetos que observavam e sobre os textos informativos que liam, pesquisados pelas curadoras da exposição: historiadora Maria da Penha, professora Renata Toledo e arquiteta Renata Gama.

A mostra pode ser vista de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, até o dia 31 de maio na Casa de Cultura, que fica na Praça Orlando de Barros Pimentel, s/n.

Maiores informações: 3731.1432 (das 9h ás 17h)

Texto: Valéria Vianna e Rosely Pellegrino fotos Clarildo Menezes, Felipe Zeidan e Renata Gama

Anúncios

Maio 21, 2014 Posted by | cultura, direitos humanos, Exposições, jornalismo, Lazer, Maricá, projeto cultural | , , , , , | 1 Comentário

Sala Cult de Maricá faz tributo nesta sexta-feira a Cássia Eller

O projeto Sala Cult faz um tributo a Cássia Eller nesta sexta-feira (16/05). A cantora Jack Rocha, acompanhada da Banda Amigos da Cultura, apresenta os sucessos que ficaram famosos na voz de Cássia Eller, uma das principais interpretes do rock nacional nos anos 90. O show, organizado pela Secretaria Municipal de Cultura, é gratuito e acontece a partir das 19h, em frente à Casa de Cultura, localizada na Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel, no Centro.

No repertório, estão incluídas as músicas "Malandragem", assinada pela dupla Roberto Frejat e Cazuza, um dos grandes sucessos de sua carreira; "Por Enquanto", "Palavras ao Vento", "O Segundo Sol", "Relicário", entre outras. Cássia impôs-se por seu estilo enérgico de interpretação, principalmente em razão de seu timbre vocal – uma das mais marcantes vozes da nova MPB. Faleceu no Rio de Janeiro em 29 de dezembro de 2001, aos 39 anos de idade.

Idealizado pela Secretaria Municipal de Cultura, o projeto Sala Cult – uma das iniciativas de maior sucesso na cidade nos últimos tempos – oferece ao público todas as sextas-feiras acesso às várias formas de arte (música, teatro e poesia, por exemplo), incentivando o trabalho de artistas locais em homenagens a grandes nomes do país e do mundo.

Rafael Zarôr

FSB COMUNICAÇÕES

Maio 16, 2014 Posted by | cultura, jornalismo, Lazer, Maricá, musica, projeto cultural, shows e eventos, social | , , , , | Deixe um comentário

Casa de Cultura de Maricá inagura mostra indígena nesta quinta

Secretaria de Cultura abre, hoje, quinta-feira (15/5), uma exposição sobre a cultura indígena de Maricá, que acontece na Casa de Cultura a partir das 18h. Além de manifestações culturais dos índios da Aldeia da Mata Verde Bonita, apresentando artesanatos e utensílios diversos, a mostra traz ainda um projeto de pesquisa intitulado “A Herança Indígena nas Terras Maricaenses”, coordenado pela jornalista Rosely Pellegrino e com curadoria da historiadora Maria da Penha e a arquiteta Renata Gama. A Casa de Cultura fica na Praça Orlando de Barros Pimentel, s/n, no Centro. E todos os moradores da cidade estão convidados.

Venha e conheça de perto a marca indígena registrada em nossa história. 

convite exposição em homenagem a Cultura Indígena

Maio 15, 2014 Posted by | cultura, Exposições, jornalismo, Lazer, Maricá, projeto cultural | , , , , , | Deixe um comentário

Diretor de filme prestigia projeto cultural de Maricá

Texto: Fernando Uchôa e Valéria Vianna (edição: Raquel Andrade) | Fotos: Clarildo Menezes

Diretor do filme, Cesar Garcia Lima, esteve presente na sessão de quarta-feira (09/04)

Na Casa de Cultura, no Centro de Maricá, na quarta-feira (09/04), foi exibido o filme "Soldados de Borracha", do diretor Cesar Garcia Lima, que esteve presente na sessão. Além dele, participaram da ocasião o secretário municipal de Cultura, Sérgio Mesquita, e o subsecretário Xavier Zola. A apresentação do documentário integra o projeto Cineclube Henfil, que no mês de abril aborda o tema “O Brasil não conhece o Brasil”.

O curta-metragem, com 26 minutos de duração, retrata a saga dos 14.500 nordestinos enviados aos seringais amazônicos, durante a Segunda Guerra Mundial, para ajudar no fornecimento de borracha para os Estados Unidos. Através de quatro personagens reais, que viveram a Batalha da Borracha, assim conhecida, o diretor Cesar Garcia Lima apresenta depoimento de familiares e amigos dos seringueiros, fotos de arquivo e cenas gravadas no Rio Branco, Plácido de Castro e Xapui, no Acre, onde vivem muitos aposentados da categoria.

“Em 2000, iniciei o projeto do filme. Usei imagens antigas do Arquivo Nacional, do Arquivo do Estado do Acre, além de fotos de família e filmagem. Depois de nove anos, com apoio do Etnodoc (Museu do Folclore), Petrobras e outros patrocínios consegui realizar o filme, que ganhou o prêmio de Melhor Documentário Estrangeiro no Festival de Austin, no Texas (EUA), em 2010", orgulha-se o diretor, que assina também o roteiro do filme.

Presença importante para a cidade

Durante a exibição do filme Soldados de Borracha, o diretor Cesar Garcia Lima se mostrou bastante impressionado com o trabalho desenvolvido no município em prol do cinema. Recepcionado pelo secretário municipal de Cultura Sérgio Mesquita, conheceu de perto as obras do Centro Cultural Henfil, no Centro, acompanhado do subsecretário Zola Xavier e do professor de teatro Álvaro Ferreira.

Para Cesar, a busca do diálogo com culturas de outras localidades e com sujeitos sem vozes na mídia tradicional é o mais importante. “Seringueiros sem acesso a nada, sem acesso à mídia e, acima de tudo, sem acesso à educação, a maioria nordestinos, que migraram para o Acre em busca de possibilidades”, comentou o diretor. Emocionado, aponta o trecho final da película como o mais comovente, por dar voz a quatro soldados da borracha verbalizando o que faltava na vida deles.

O secretário municipal de cultura, Sérgio Mesquita, comemorou a vinda do diretor a Maricá. “É uma satisfação ter o César em Maricá no dia da exibição de Soldados da Borracha, um filme que mostra a transferência de muitos cearenses para o Acre, na Segunda Guerra Mundial, num trabalho que visava abastecer os Estados Unidos de borracha. E que, uma vez acabado esse ‘ciclo’, deixou os seringueiros sem eira nem beira. Um tema importante de ser conhecido pelos estudantes e pelos maricaenses em geral”, frisou Mesquita.

O subsecretário Zola Xavier, por sua vez, ressaltou o documentário como o pagamento de uma dívida histórica com esses seringueiros, heróis anônimos que, segundo ele, não poderiam ficar esquecidos.  

DSCN3748DSCN3750DSCN3751DSCN3754DSCN3756DSCN3760DSCN3764DSCN3765DSCN3768DSCN3769DSCN3773DSCN3775DSCN3778DSCN3779DSCN3782DSCN3783

Público presente

A funcionária pública Nara Lima, de 33 anos, levou o filho João Gabriel Lima da Costa, de 9 anos, para assistir o filme. Mãe e filho gostaram do documentário escolhido. "Passamos a frequentar as sessões do Cineclube recentemente, quando meu filho veio pesquisar sobre a Revolução de 1964, aqui na Casa de Cultura. Passamos então a assistir os filmes sobre a época. Gostamos muito, por isso voltamos", disse Nara. Já Gabriel afirmou que vai contar a história aos professores e colegas da escola onde estuda.

Luís Gustavo de Souza, estudante de Cinema da Universidade Federal Fluminense (UFF) e coordenador das oficinas de cinema da Casa de Cultura, apreciou a concisão do filme. "Cesar Garcia conseguiu recontar um tema importante de nossa história, em resenha documental e informal, ao mesmo tempo, intercalando fatos, depoimentos e narrativas. Precisamos de outros filmes brasileiros nesta categoria, pois a História do Brasil tem de ser recontada em seus muitos aspectos", comentou. Gustavo já ganhou prêmio no Festival Internacional de Florianópolis (SC) pela direção de um audiovisual e, atualmente, prepara com seus alunos um documentário sobre o folclore de Maricá.

Documentário retrata a saga dos 14.500 nordestinos enviados aos seringais amazônicos, durante a Segunda Guerra Mundial

Secretário de Cultura, Sérgio Mesquita, subsecretário Zola e diretor do filme debateram o assunto com o público

Abril 12, 2014 Posted by | arte, cinema / produção, cultura, jornalismo, Lazer, Maricá, projeto cultural | , , , | Deixe um comentário

Rodrigo Villa se apresenta na Jam Session desta segunda, na Casa de Cultura de Maricá

Segunda é dia de música na Casa de Cultura de Maricá

Nesta segunda, 17 de fevereiro, a Casa de Cultura vai receber a partir das 20h, Rodrigo Villa no projeto Jam Sessions, idealizado pelo baterista, compositor e produtor fonográfico Cacá Colom, com o objetivo de conhecer a identidade musical de Maricá e criar um movimento em torno disso, realizado com apoio de Prefeitura Municipal de Maricá, através da Secretaria de Cultura.

Estamos convidando todo mundo a sair de seu casulo e aparecer nesta segunda-feira na Casa de Cultura de Maricá, trazer sua voz, e seu instrumento”, disse Cacá

Rodrigo Villa Atualmente Rodrigo integra o Jobim Quarteto (com Paulo Jobim, Daniel Jobim e Paulo Braga), o quarteto do grande saxofonista Mauro Senise (com quem gravou seu último CD), o trio do guitarrista Victor Biglione, se apresenta com o pianista Marcos Ariel, com a cantora Mart´nália, entre outros trabalhos.

Saiba mais sobre o convidado da Jam Session, Rodrigo Villa.

RODRIGO VILLA começou a tocar baixo aos 9 anos de idade. Estudou jazz na Musiarte, onde completou o curso de harmonia, improvisação e percepção. Aos 17 anos, estudou contrabaixo acústico na Unirio e passou a ser requisitado por alguns dos melhores músicos brasileiros. Fez aulas, em Nova York, com os legendários baixistas Ron Carter e John Patitucci.

Há 10 anos, Rodrigo vem tocando com o Jobim Trio, formado por antigos integrantes da banda de Tom e também por seu neto (Paulo Jobim, Paulo Braga e Daniel Jobim). Gravou com Milton Nascimento e Jobim Trio o CD “Novas Bossas”. Excursionou por um ano na Europa, EUA e Canadá, se apresentando nas melhores casas de show e festivais do mundo, como Salle Pleyel (Paris), Walt Disney Concert Hall (Los Angeles), Montreux Jazz Festival, Victoria Jazz Festival e Casa da Música (Porto).

Integrou o grupo Copa 5, do saxofonista pioneiro do samba jazz, J. T. Meirelles, gravando também seu último CD, “Esquema novo”.

Excursionou no Japão com o saxofonista Sadao Watanabe, o violonista Marcel Powell e a cantora Fabiana Cozza.

Apresentou-se ao lado do lendário guitarrista Larry Coryell no Festival de Jazz de Petrópolis.

Rodrigo tocou nos trabalhos de músicos como: Paulo Moura, Zé Roberto Bertrami (Azymuth), Jaques Morelenbaum, Marcos Ariel, Victor Biglione, Ricardo Silveira, Idriss Boudrioua, Paulinho Trompete, Marcel Powell, Zé da Velha e Silvério Pontes, Eduardo Neves, João de Aquino, Marcos Amorim, Vittor Santos e Widor Santiago.

Acompanhou, entre outros(as) cantores(as), Elza Soares, Mart’nália, Danilo Caymmi, Cauby Peixoto, Jorge Mautner, Bibi Ferreira, Mariana de Moraes, Paula Santoro, Aurea Martins e Wilson das Neves.

Atualmente Rodrigo integra o Jobim Quarteto (com Paulo Jobim, Daniel Jobim e Paulo Braga), o quarteto do grande saxofonista Mauro Senise (com quem gravou seu último CD), o trio do guitarrista Victor Biglione, se apresenta com o pianista Marcos Ariel, com a cantora Mart´nália, entre outros trabalhos.

Fevereiro 16, 2014 Posted by | cultura, jornalismo, Lazer, Maricá, musica, projeto cultural, shows e eventos, social | , , , , , | Deixe um comentário

Cineclube Henfil de Maricá exibe filme da obra de Vinícius de Moraes

Texto: Rafael Zarôr | Fotos: Divulgação

Documentário sobre a vida e a obra do poeta Vinícius de Moraes será apresentado amanhã na Casa de Cultura

O poeta Vinícius de Moraes, que completaria 100 anos em 19 de outubro deste ano, é o grande homenageado desta semana no Cineclube Henfil de Maricá. O projeto da secretaria municipal de Cultura exibe nesta quarta-feira (09/10), às 19h, o documentário “Vinícius” (2005 – Brasil), baseado na obra do poeta – autor de 400 poesias e 400 músicas. A sessão é gratuita e haverá distribuição de senhas 30 minutos antes do filme.

Com direção de Miguel Faria Júnior, a biografia celebra a vida e a obra de Vinícius de Moraes, que também foi autor teatral e parceiro de importantes nomes da Música Popular Brasileira (MPB), como Tom Jobim (com quem compôs “Samba do Avião”, “Garota de Ipanema”, “Chega de Saudade” e “Insensatez”, entre outras); Toquinho (com quem assinou o clássico “Tarde em Itapoã”); Chico Buarque de Holanda (em “Gente Humilde”), além de Baden Powell, Carlos Lyra e Edu Lobo.

O documentário tem 1h50 de duração e apresenta depoimentos de Chico Buarque, Ferreira Gullar, Carlos Lyra, Caetano Veloso, Maria Bethânia e Toquinho, entre outras personalidades, entre parceiros, intérpretes e amigos. O filme também reúne raras imagens de arquivo que relembram a simplicidade de Vinicius, sua espontaneidade e seu humor. Além disso, a obra brinda o espectador com interpretações das principais canções de Vinícius nas vozes de Adriana Calcanhoto, Olívia Byington, Mariana de Moraes, Mart´Nália e Mônica Salmaso. Já a atriz Camila Morgado e o ator Ricardo Blat relembram textos e poesias sobre paixão, amizade, alegria, beleza, delicadeza e perdão – temas preferidos do poeta.

O filme “Vinícius” ganhou o Prêmio ACIE (Associação dos Correspondentes de Imprensa Estrangeira) de Cinema como melhor documentário, além de ter faturado duas categorias (melhor documentário e melhor trilha sonora) do Grande Prêmio Cinema Brasil, maior premiação do cinema nacional.

Obras de poetas latinos

Neste mês, o Cineclube Henfil exibe também os filmes “Vidas Secas” (16/10), obra adaptada do livro de mesmo nome de Graciano Ramos; “Violeta foi para o céu” (23/10), biografia sobre a compositora chilena Violeta Parra; e “Poeta das sete faces” (30/10), documentário sobre o grande escritor brasileiro Carlos Drummond de Andrade. A Casa de Cultura fica na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro.

Outubro 8, 2013 Posted by | cinema / produção, jornalismo, Lazer, Maricá, projeto cultural, social | , , | Deixe um comentário

Sala Cult de Maricá apresentou Som Negro, Sou Brasil

Sala Cult homenageou cantores negros da MPB na sexta-feira, 26 de setembro, com a apresentação, "Som Negro, Sou Brasil" uma homenagem a cultura afrobrasileira

Músicos da cidade prestaram homenagem aos cantores negros consagrados da MPB, como Milton Nascimento, Cartola, Monarco, Djavan, Seu Jorge, entre outros. O evento que acontece semanalmente, também marcou o encerramento da programação da “Primavera dos Museus”, organizado pelo Instituto Brasileiro dos Museus, que durante uma semana apresentou atividades de valorização da cultura afro-brasileira na Casa de Cultura, no Centro.

Show de encerramento da Primavera dos Museus, realizado na Sala Cult na Casa de Cultura de Maricá – DSCN7933 O show comandado pela cantora Dalva Alves com apoio da banda da secretaria municipal de Cultura de Maricá, Amigos da Cultura, teve a participação de Ewaldo Risadinha (percussão) e Beto (violão). Foram convidados especias Lina Bastos, Blecaute Júnior eTelma Tavares .

DSCN7908 Lina Bastos

DSCN7929 Blecaute Junior

DSCN7895Telma Tavares

No repertório foram apresentados grandes sucessos da MPB, dentre eles “As rosas não falam” (Cartola), “Vai vadiar” (Monarco), “Fato consumado” (Djavan), “Olhos coloridos” (Sandra de Sá) e “Pretinha” (Seu Jorge).

DSCN7860DSCN7862DSCN7865DSCN7870DSCN7872DSCN7901DSCN7938DSCN7947DSCN7950DSCN7953DSCN7954DSCN7956DSCN7960DSCN7961

Show de encerramento da Primavera dos Museus, realizado na Sala Cult na Casa de Cultura de Maricá – Decoração da Casa. Desenhos de Janine Souza e cenografia de Walter Ramos.

O Sala Cult acontece toda sexta-feira, 19h, na Casa de Cultura de Maricá, e é um dos projetos culturais de maior sucesso na cidade nos últimos tempos, incentivando o trabalho de artistas locais em homenagens a grandes nomes do país e do mundo.O projeto é gratuito, e a distribuição de senhas acontece as 18h30min.

A Casa de Cultura fica na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro. Mais informações pelo telefone (21) 3731-1432.

Setembro 29, 2013 Posted by | jornalismo, Lazer, Maricá, projeto cultural, shows e eventos, social | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Aberta “Primavera dos Museus” em Maricá

Texto: Rafael Zarôr e Kelly Rodrigues | Fotos: Fernando Silva

DSCN7749 Na tarde desta segunda-feira, 23 de setembro, foi aberta a Semana da "Primavera dos Museus" em Maricá, que acontece na Casa de Cultura com atividades de dança, filme, música, teatro e palestras

Sétima edição do evento, organizado pelo Instituto Brasileiro de Museus, terá uma semana destinada à cultura africana com danças, teatro, filme, músicas e palestras

DSCN7764 O Secretário Municipal de Cultura de Maricá Sérgio Mesquita, tendo ao lado, o historiador Marcos de Dios e a museóloga Priscila Mataruna

A partir desta segunda-feira (23/09), a Casa de Cultura de Maricá abre as portas para sétima edição da “Primavera dos Museus”. O evento nacional, organizado pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), é coordenado em Maricá pela museóloga Priscilla Mataruna e pelo historiador Marcos de Dios, com apoio da secretaria municipal de Cultura. Até sexta-feira (27) serão realizadas atividades com o tema “Museus, Memória e Cultura Afro-brasileira” para refletir sobre a cultura africana na sociedade e contribuir para o fim das discriminações raciais.

 

DSCN7724DSCN7725DSCN7726DSCN7727DSCN7729DSCN7732DSCN7735DSCN7737DSCN7751DSCN7746DSCN7761

O Museu Histórico de Maricá faz parte do Sistema Nacional de Museus e está inserido no contexto da Política Nacional de Museus, que revaloriza os museus como centro de preservação e resgate do patrimônio material e imaterial da humanidade. A programação no município inclui danças africanas, shows, exibição de documentário sobre os escravos e palestras. As atividades são gratuitas.

Vale mencionar que devido a chuva, a apresentação do ballet da Cia Vida de Teato e Dança previsto para apresentação na abertura do evento, teve que ser interronpido e será realizado em nova data.

Confira abaixo a programação completa

1236497_199970640180909_92882133_n[1]

Setembro 23, 2013 Posted by | cultura, Exposições, Feiras e Eventos, jornalismo, Lazer, Maricá, projeto cultural, social | , , , , , | Deixe um comentário

"Luar do Sertão" encantou o publico na Sala Cult em Maricá

texto Rosely Pellegrino e fotos: Clarildo Menezes, Rosely Pellegrino e Myrian Fagundes

A música e a cultura nordestina, envolveram a Casa de Cultura de Maricá em clima do agreste, encantando a platéia com o show "Luar do Sertão”

 

DSCN7506DSCN7515

O projeto Sala Cult, iniciativa da secretaria municipal de Cultura de Maricá, homenageou os poetas e compositores nordestinos, na  sexta-feira, dia 20 de setembro, com o  show “Luar do Sertão”.

Luar do Sertão na Sala Cult de Maricá

Comandado por Ronaldo Valentim e Dalva Alves, o espetáculo contou também com participação do ator Perceu Silva, nas interpretações de cordéis de poetas nordestinos.

DSCN2546DSCN7524DSCN7510DSCN7512

O show aconteceu na Sala Cult, da Casa de Cultura de Maricá, e como sempre acontece, foi também transmitido através de telões instalados na praça.

DSCN2557 No repertório foram incluídos sucessos de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, além de Elba Ramalho, Alceu Valença, Djavan, Vital Farias e Sivuca, interpretados por Dalva Alves e Ronaldo Valentin, acompanhados pela banda Amigos da Cultura, formada por Dalbert Lopes (violino, pandeiro e violão), Pedro Szigeth (violoncelo), Sergio Aranda (zabumba) e Paulo Ernani Correia (triângulo e carron), contando com as participações especiais de Dute do pandeiro e do sanfoneiro Lars Hokerberg.

DSCN2565DSCN7509DSCN2554DSCN2561DSCN7516DSCN2559o som do agreste do Luar do Sertão embalou a platéia na Sala Cult996005_10200747080906971_2077815372_n

Galera do show Luar do Sertão na Sala Cult de Maricá

Na saída foi oferecido aos presentes,  suco de cajú, queijo coalho e rapadura

1240321_10200747078746917_831129483_n

queijo coalho, rapadura e suco de cajú11519_10200747078546912_1761074294_nna saída do show foram oferecidos queijo coalho, suco de cajú, e rapadura para o publico

Setembro 23, 2013 Posted by | cultura, jornalismo, Lazer, literatura, Maricá, musica, projeto cultural, shows e eventos, social | , , , , , , | Deixe um comentário

Projeto Sala Cult de Maricá homenageia artistas nordestinos nesta sexta-feira 20.09

Fonte: PMM

999216_201075640070409_1033699179_n[1] Venha se encantar com a música e a cultura nordestina, amanhã na Sala Cult com a apresentação "Luar do Sertão". Com Ronaldo Valentim e Dalva Alves.

O projeto Sala Cult, iniciativa da secretaria municipal de Cultura, vai homenagear os poetas e compositores nordestinos nesta sexta-feira (20/09). O show gratuito “Luar do Sertão” será comandado por Ronaldo Valentim e Dalva Alves a partir das 19h, na Casa de Cultura, no Centro. O evento também contará com interpretações de cordéis de poetas nordestinos.

No repertório foram incluídos sucessos de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, além de Elba Ramalho, Alceu Valença, Djavan, Vital Farias e Sivuca. A banda da secretaria de Cultura será formada por Dalbert Lopes (violino), Pedro Szigeth (violoncelo, pandeiro e violão), Sergio Aranda (zabumba) e Iraguaci Santos(triangulo).

O Sala Cult – um dos projetos culturais de maior sucesso na cidade nos últimos tempos – oferece ao público todas as sextas-feiras acesso às várias formas de arte (música, teatro e poesia, por exemplo), incentivando o trabalho de artistas locais em homenagens a grandes nomes do país e do mundo. A Casa de Cultura fica na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro, e haverá distribuição de senhas 30 minutos antes do evento. Mais informações pelo telefone 3731-1432.

Setembro 20, 2013 Posted by | arte, cultura, jornalismo, Lazer, Maricá, musica, projeto cultural, shows e eventos, social | , , | Deixe um comentário