Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Un Ange Passe-Pas ou Entre Le Lignes Il y a un Mond com a CIA “A FLEUR DE PEAU, hoje a noite encerra a temporada do Dança em Trânsito em Maricá

C._jean-damien_fleury-michael_bugdahn

O espetáculo irá acontecer, as 20h30min, Palco de Araçatiba, encerrando a temporada do Dança em Trânsito em Maricá e no Rio de Janeiro

Realizado pela Prefeitura d Maricá, através da Secretaria Municipal de Cultura, encerrando a Temporada em Maricá e no Rio de Janeiro, o Festival de Dança Contemporânea Dança em Trânsito irá apresentar em Maricá, as 20h30, no Palco da Lagoa de Araçatiba, a Cia À Fleur de Cia parisiense criada pela coreógrafa brasileira Denise Namura e o alemão Michael Bugdahn no ano de 1988.

C. jean-damien fleury-michael bugdahn.JPG

Conheça a História
A Cia à Fleur de Peau participou de muitos eventos internacionais renomados tais como a Bienal da Dança, em Lyon, do festival de Dança da Holanda em Haia, do Panorama de Dança do Rio de Janeiro. Já se apresentaram em diversos países, com cerca de 650 apresentações em 20 anos. Sua criação “4’quarts” ganhou o primeiro prêmio no Dance Springboard em St. Dizier e o concurso de humor Volinine em St.-Germain-en-Laye. O espetáculo “Quelques réflexions” foi premiado no Concurso Internacional de Coreógrafos em Groningen, na Holanda.

Michael Bugdahn e Denise Namura consideraram a coreografia como um meio para transmitir emoção. Entendendo-a como portadora de uma forma concreta e cheia de significados. Baseado no organismo na sua totalidade como um instrumento versátil, a abordagem artística baseia-se o meio de expressão de diferentes disciplinas. A dramatização da dança, o movimento tragi-cômico e emoção são partes integrantes do desenvolvimento de seu discurso dançado. Defendendo a mistura de gêneros, eles exploram a condição humana, com sensibilidade, generosidade e humor para conseguir o compartilhamento imediato com o espectador.

Ambos os coreógrafos também consideram a educação como um aspecto essencial de sua abordagem. Do trabalho preparatório sobre o intérprete, se dedicam com profissionais, amadores e crianças, através de uma pesquisa sobre gesto e movimento musical. Como tal, eles também levam nos últimos anos, muitas atividades culturais em um ambiente psiquiátrico.

Na Programação deste 20 de agosto de 2019, temos ainda

16H LONA CULTURAL DE ITAIPUAÇU

Espera (30 min)
MÁRIO NASCIMENTO
Belo Horizonte/MG, Brasil 

Identidade Urbana (04 min)
NEW STYLE DANCE COMPANY
Maricá/RJ, Brasil

18H MINHA CASA MINHA VIDA (ITAIPUAÇU)

Al borde (11 min)
MAXIMILIANO SANFORD MONTE
Madrid, Espanha

Portrait (20 min)
UNTAMED
Torres Vedras, Portugal 

19H CENTRO DE ARTES E ESPORTES UNIFICADOS (CEU)

ensaio aberto
Café não é só uma xícara
(40 min)
GRUPO TÁPIAS
Paris, França
Conversa com o público presente.

No Brasil o Danca em Trânsito irá percorrer as cidades de: Florianópolis, Capivari de Baixo e Alto Bela Vista, em SC, seguindo para Rios do Sul, RS. Encerrando as apresentações no Brasil, o festival irá se apresentar em Brasília, DF e segu para Paris onde encerra o festival.

Dança em Trânsito Paris, acontece de 8 A 15 DE SETEMBRO DE 2019
Apresentações de performances de artistas brasileiros e franceses, LES RECOLLETS (JARDIN), LES JARDIN VILLEMIN, CANAL SAINT MARTIN E POINT EPHEMÈRE – PARIS.
#dancaemtransitoemMaricá
#SecretariadeCulturadeMaricá
#dançacontemporânea
#FestivaldeDançaContemporânea
#dança
#programadedomingo
#PrefeituradeMaricá
#CulturaparaTodos
#MaisPertodeVocê
#CulturaIndoOndeOPovoEstá

Anúncios

Agosto 20, 2019 Posted by | arte, cultura, Dança, Educação, Festivais, Governo Fabiano Hora, Imprensa de Maricá, jornalismo, Maricá, oficinas culturais, Prefeitura Municipal de Maricá, Programação Dança em Trânsito em Maricá, Programação do Festival Internacional de Dança Contemporânea em Maricá, projeto cultural, Secretaria Municipal de Cultura de Maricá, shows e eventos, social, turismo, Uncategorized | Deixe um comentário

Prefeitura de Maricá apresenta Festival Internacional de Dança Contemporânea

69213671_10206141921704551_3966323601170235392_n

Com iníco neste domingo, Dança em Trânsito irá apresentar artistas de renome internacional

Realizado pela Prefeitura Municipal através da Secretaria Municipal de Cultura o Dança em Trânsito terá inicio neste domingo, dia 18 de agosto, tendo seus primeiros espetáculos na Praça de Ponta Negra, a partir das 11 horas, na abertura a apresentação fica por conta do ROTAS , Projeto facilitado por Flávia Tápias que reúne artistas com larga experiência em apresentações internacionais .

Os espetáculos seguem até terça-feira, dia 20 de agosto, em diferentes pontos do Município.

XVII FESTIVAL INTERNACIONAL DE DANÇA CONTEMPORÂNEA

Festival Internacional de Dança Contemporânea que não se limita a espaços convencionais para teatros, e promove uma ocupação da arte também em paisagens urbanas. Produzido pelo Espaço Tápias, é um festival itinerante, que contempla o fazer artístico para além dos limites de espaços comumente reservados à dança. Acontece em áreas urbanas que recebem grande circulação de pessoas. Utiliza fachadas de prédios históricos, praças, foyers de centros de cultura e vários outros espaços públicos para as apresentações dos espetáculos das companhias nacionais e internacionais convidadas.

Assume um formato que une espetáculos e plateia em um casamento orgânico, transporta o artista para “onde o povo está”, intervindo na pulsação dos ritmos citadinos e na rota dos transeuntes. Assim, o DANÇA EM TRÂNSITO reúne e atrai, a cada temporada, um número maior de pessoas para os seus espetáculos.

Programação Completa

18 AGOSTO – Domingo


11H – PRAÇA DE PONTA NEGRA
Rotas (16 min)
Projeto que reúne artistas com larga experiência
em apresentações internacionais.
Facilitado por Flávia Tápias.
Espera (30 min)
MÁRIO NASCIMENTO
Belo Horizonte/MG, BrasilIdentidade Urbana (04 min)
NEW STYLE DANCE COMPANY
Maricá/RJ, Brasil

13H – ORLA DAS AMENDOEIRAS

Rotas (16 min)
Projeto que reúne artistas com larga experiência em apresentações internacionais.
Facilitado por Flávia Tápias

ROMUAL SANS D (20 min)
Romual Kabore
Ouagadougou, África

 

Solo Juntos (16 min)
LUCIO A. BAGLIVO – LAB PROJECT
Madrid, Espanha

Identidade Urbana

(04 min)
NEW STYLE DANCE COMPANY
Maricá/RJ, Brasil

16H – PALCO EM ARAÇATIBA
Trupe (35 min)
FOCUS CIA DE DANÇA
Rio de Janeiro/RJ, Brasil  Portrait(20 min)
UNTAMED
Torres Vedras, PortugalIdentidade Urbana (04 min)
NEW STYLE DANCE COMPANY
Maricá/RJ, Brasil

Engel
(20 min)
MARTA & KIM COMPANY
Norway, HolandaÁgua (14 min)

CHEY JURADO
Barcelona, EspanhaVen (15 min)
LA MACANA
La Coruña, Espanha – Havana, Cuba 18H30
Creme do céu – Infantil (50 min)
GRUPO TÁPIAS
Rio de Janeiro/RJ, Brasil

19 AGOSTO – Segunda-feira

16H – LONA MARIELLE FRANCO

ROMUAL SANS D (20 min)
Romual Kabore
Ouagadougou, África

Identidade Urbana (04 min)
NEW STYLE DANCE COMPANY
Maricá/RJ, Brasil

18H   MINHA CASA MINHA VIDA (INOÃ)

Ven (15 min)
LA MACANA
La Coruña, Espanha – Havana, Cuba 

O azul do céu me indetermina (17 min)
REFERÊNCIA EM ARTE
Rio de Janeiro/RJ, Brasil

 

19H – CENTRO DE ARTES E ESPORTES UNIFICADOS (CEU)

La bambina impertinente (20 min)
SENS INTÉRIEUR BRUT
Merano, Itália
Conversa com o público presente.

20H30 – Palco em Araçatiba

Mulheres (09 min)
QUASAR CIA DE DANÇA
Goiânia/GO, Brasil

O Vestido (30 min)
MÁRIO NASCIMENTO
Belo Horizonte/MG, Brasil


20 AGOSTO – Terça-feira

16H – LONA CULTURAL DE ITAIPUAÇU

Espera (30 min)
MÁRIO NASCIMENTO
Belo Horizonte/MG, Brasil 

Identidade Urbana (04 min)
NEW STYLE DANCE COMPANY
Maricá/RJ, Brasil

18H – MINHA CASA MINHA VIDA (ITAIPUAÇU)

Al borde (11 min)
MAXIMILIANO SANFORD MONTE
Madrid, Espanha

Portrait (20 min)
UNTAMED
Torres Vedras, Portugal 

19H – CENTRO DE ARTES E ESPORTES UNIFICADOS (CEU)

ensaio aberto
Café não é só uma xícara
(40 min)
GRUPO TÁPIAS
Paris, França
Conversa com o público presente.

20H30 –  PALCO EM ARAÇATIBA

Un ange passe-passe
ou entre les lignes il y a un monde
(75 min)
CIA “À FLEUR DE PEAU”
Paris, França

 

Agosto 17, 2019 Posted by | arte, cultura, Dança, Dança em Trânsito em Maricá, Festivais, Programação Dança em Trânsito em Maricá, Programação do Festival Internacional de Dança Contemporânea em Maricá, Secretaria Municipal de Cultura de Maricá, Uncategorized | | Deixe um comentário

CEU de Maricá divulga programação de atividades

Fonte: Prefeitura Municipal de Maricá

Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) Marco Antônio Cardoso Siqueira: Programação semanal inclui teatro, ballet, jazz, contação de histórias, aulas de reforço e artesanato, nos turnos manhã e tarde

Imagem da fachada do Centro de Artes e Esportes Unificados Atividades esportivas são oferecidas gratuitamente no CEU, na Mumbuca – Foto: Michel Monteiro

O Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) Marco Antônio Cardoso Siqueira, localizado na Mumbuca, da Secretaria de Cultura, está promovendo uma série de atividades para pessoas de diversas idades. A programação semanal é permanente e inclui teatro, ballet, jazz, contação de histórias, aulas de reforço e artesanato, com aulas nos turnos da manhã e tarde.

Confira abaixo a relação:

Segunda-feira

Ballet clássico – Profa. Dayanna – 6 a 9 anos – 15h às 16h (turma fechada)

Ballet clássico iniciante – Profa. Dayanna – 6 a 9 anos – 16h às 17h

Ballet Moderno/Contemporâneo – Prof Leandro – a partir 13 anos de  – 17h às 19h

Terça-feira

Ballet Clássico – Profa. Dayanna – 6 a 9 anos – 9h às 10h (turma fechada)

Ballet clássico iniciante – Prof Dayanna – a partir de 06 a 09 anos 10h as 11h

Ballet iniciante – Prof Leandro – 8 a 12 anos – 14h às 15h

Ballet Intermediário – Prof Leandro – 8 a 12 anos – 15h às 16h (turma Fechada)

Jazz intermediário – Prof Leandro – 8 a 12 anos – 16h às 17h

Ballet adulto Intermediário – Prof Leandro – 17h às 18h

Jazz adulto intermediário – Prof. Leandro – 18h30 às 19h30

Quarta-feira

Maquiagem – Prof Lunah – a partir de 14 anos – 13h às 14h

Ballet clássico – Profa Dayanna – 6 a 9 anos – 15h às 16h (turma fechada)

Ballet clássico iniciante – Profa. Dayanna – de 6 a 9 anos 16h às 17h

Teatro Infantil – Prof Washington – 8 a 13 anos – 17h às 19h

Quinta-feira

Ballet clássico – Prof Dayanna – 6 a 9 anos – 9h às 10h (turma fechada)

Ballet clássico iniciante – Prof Dayanna – a partir de 6 a 9 anos 10h às 11h

Ballet iniciante – Prof Leandro – 8 a 12 anos – 14h às 15h

Maquiagem –  Prof Lunah  –  a partir de 14 anos – 11h às 12h

Ballet Intermediário – Prof Leandro – 8 a 12 anos – 15h às 16h (turma Fechada)

Jazz intermediário – Prof. Leandro – 8 a 12 anos – 16h às 17h

Ballet Intermediário – Prof. Leandro – a partir 13 anos – 17h às 18h

Ballet Juvenil – Prof. Leandro – 10h às 11h – 10 a 12 anos

Sexta-feira

Ballet Clássico Iniciante – Prof. Leandro –  a partir 12 anos – 15h às 16h

Jazz iniciante – Prof. Leandro – a partir 12 anos – 16h às 17h

Ballet moderno/contemporâneo – Prof. Leandro – a partir de 13 anos – 17h às 19h

Teatro juvenil – Prof. Washington – 14 a 17 anos – 18h30 às 20h30

Teatro Adulto – Prof. Washington – a partir de 18 anos – 20h30 às 22h30

Outras atividades

Pintura em tecido – Profº Míriam – a partir 10 anos –  19h às 21h  –  (segunda-feira)

Contação de Histórias (Biblioteca)  – Bruno Marçal – a partir de 12 anos – 18h às 19h30 (quarta-feira)

Aula de reforço – Profa. Carolina – 3º ao 5º (Ensino Fundamental I), 6º ano (Ensino Fundamental II – Exceto Matemática) – 9h às 10h e 10h às 11h/ 13h às 14h, 14h às 15h e 15h às 16h – (somente quarta e sexta)

Pet apliquet – Profª Miriam – a partir 14 anos –  (quarta-feira, de 9h às 11h, e quinta-feira, de 14h às 16)

Aula de reforço – Profa. Carolina – 3º ao 5º (Ensino Fundamental I), 6º ano (Ensino Fundamental II –– Exceto Matemática) – 9h às 10h e 10h às 11h/13h às 14h, 14h às 15h e 15h às 16h (terça-feira)

Pintura em tecido – Profa. Míriam – a partir 10 anos –  9h às 11h e 14h às 16h  (terça e sexta-feira).

De segunda à quinta:

Desenho Artístico – Profa. Marlon – a partir 7 anos – 9h30 às 10h30h e 10h30 as 11h30/ 14h às 15h  e 15h às 16h.

Para se inscrever, as pessoas devem levar cópia de Identidade, CPF e comprovante de residência. As inscrições, que são gratuitas, estão sendo feitas no local, das 9h às 17h. O Centro de Artes e Esportes Unificados Marco Antônio Cardoso Siqueira (CEU), fica na Rodovia Amaral Peixoto, s/n. Km. 27,5, Mumbuca. Tel: 2637-2713.

Março 9, 2017 Posted by | arte, artesanato, cultura, Dança, esportes, jornalismo, Lazer, Maricá, projeto cultural, Teatro | , , , | Deixe um comentário

As atividades permanentes no Minha Casa Minha Vida em Maricá, mostram que a utopia é possível de se concretizar!!!

Fotos: Fernando Silva

Foto de Prefeitura Municipal de Maricá.]

Moradores do Residencial Carlos Marighela, do programa Minha Casa Minha Vida Maricá, Itaipuaçu, têm uma agenda cultural permanente. As atividades culturais são realizadas pela Secretaria Adjunta de Cultura, Ciência e Tecnologia da Prefeitura de Maricá. Os eventos acontecem de segunda a sexta-feira, de 9h às 17h, no salão do Setor D e são abertos a todas as idades. Danças de salão, oficinas de artes e grafias, danças interativas, aulas de teatro infanto-juvenil e juvenil-adulto, animação infantil e apresentações musicais compõem a programação. As atividades são abertas e gratuitas.

Foto de Prefeitura Municipal de Maricá.

Foto de Prefeitura Municipal de Maricá.

Foto de Prefeitura Municipal de Maricá.

Foto de Prefeitura Municipal de Maricá.

Junho 28, 2016 Posted by | arte, cultura, cursos, Dança, jornalismo, Maricá, musica, projeto cultural | , , , | Deixe um comentário

Condomínio Carlos Marighella, em Itaipuaçu, recebe atividades permanentes da Secretaria Municipal de Cultura de Maricá

A Prefeitura de Maricá através da Secretaria Municipal Adjunta de Cultura oferece a partir de hoje, gratuitamente aos moradores, aulas de dança de salão, dança interativa, teatro infanto juvenil, teatro juvenil e adulto, oficinas de artes e grafite.

Equipe da Secretaria Municipal Adjunta de Cultura de Maricá  implementa atividades permanentes noMCMV de Itaipuaçu (5)

Equipe da Secretaria Municipal Adjunta de Cultura de Maricá  implementa atividades permanentes noMCMV de Itaipuaçu (1)

Equipe da Secretaria Municipal Adjunta de Cultura de Maricá  implementa atividades permanentes noMCMV de Itaipuaçu (3)Equipe da Secretaria Municipal Adjunta de Cultura de Maricá  implementa atividades permanentes noMCMV de Itaipuaçu (4) Local foi decorado com carinho

Equipe da Secretaria Municipal Adjunta de Cultura de Maricá  implementa atividades permanentes noMCMV de Itaipuaçu (2) Incentivadora da cultura a artista plástica e produtora cultural Andrea Cunha, comentou sobre as atividades “Muito orgulho de ter participado da construção desse projeto, enquanto fazia parte da Secretaria Municipal Adjunta de Cultura de Maricá. A equipe está de parabéns! na foto: Andrea (ao centro) tendo ao lado, a Coordenadora do Programa Minha Casa Minha Vida em Maricá Lene de Oliveira.

Junho 11, 2016 Posted by | cultura, Dança, jornalismo, Maricá, musica, projeto cultural, Teatro | , , , | Deixe um comentário

Aula de Dança Flamenca em Maricá

Venha soltar a espanhola que há dentro de você!

AULÃO INAUGURAL DE DANÇA FLAMENCA ( dança espanhola)

Dia 16/04 aulão experimental, poucas vagas.

Ligue e garanta seu lugar, professora Leticia Almeida.

Espaço de Dança Day Fersa

Em frente a rodoviaria

Tel (21) 3917 5373 / 97183 2276

Foto de Leticia Almeida.Foto: Simone Barbosa Coutinho

Abril 13, 2016 Posted by | Dança, jornalismo, Maricá | , | Deixe um comentário

Luau da Utopia lota a praia em Barra de Maricá

Texto: Jorge André (edição Marcelo Ambrosio) | Fotos: Clarildo Menezes e Wavá de Carvalho

A segunda edição do Luau da Utopia, realizada no último sábado (26/03), em frente à Rua 13 na Barra de Maricá lotou a areia. O evento integra o pré-lançamento do Festival Internacional da Utopia, que acontece entre os dias 22 e 26 de junho e, devido às fortes chuvas do início do mês, foi destinado a arrecadar alimentos não perecíveis, além de roupas e brinquedos para as famílias que foram atingidas. Desenvolvido pela Secretaria Executiva de Políticas Sociais, o projeto reuniu centenas de jovens na praia. Para o secretário municipal executivo Alexandre Rodrigues, a festa reúne jovens de diversas idades do município e fomenta a expectativa para o festival. “Este é o segundo luau e ver a juventude participando de forma tão ativa é um incentivo ainda maior para a realização do evento”, afirmou.

a galera lotou a praia da Barra de Maricá no Luau da Utopia Solidário em MaricáPedro Gerolimich, Andrea Cunha Lula da Silva, Milena Soares Teixeira e Wavá de  Carvalho

Luau da Utopia 4Luau da Utopia 1

Mariana Mello, Pedro Tatuí, Davi Rocha e a galera jovem do Luau da UtopiaLuau da Utopia 3

Wavá de Carvalho, Amaury Vicente e Alexandre RodriguesLuau da Utopia 2

Luau da Utopia 5Bia Lula da Silva no Luau da Utopia na Barra de Maricá

Marcelle Vieira, Adriana Costa e Carlos Alves.O hap embalando a galera

Felipe Benicá, Mariana Caruso, Andrea Cunha, Janine Sousa e Jaime FernandesA programação começou com uma apresentação de zumba através da Academia Jimp, e seguiu com a participação de grupos de rap e DJs. No Espaço Lounge, os participantes encontravam uma mesa de frutas e recebiam massagens para relaxamento muscular. Para entrar no espirito da festa, um dos espaços também disponibilizava pinturas fluorescentes. Todo o lugar estava decorado com balões e tochas, além de luzes coloridas.

A estudante Ana Clara Mendonça, 17 anos, participou pela segunda vez do luau. Para ela, este é um dos eventos que deve ser realizado com mais frequência na cidade. A estudante afirmou ainda que no primeiro participou mais pela curiosidade, mas desta vez convidou vários amigos. “Acho simplesmente maravilhoso”, afirmou.

O luau da Utopia não ficou restrito aos jovens. Embora a média de idade estivesse na casa dos 20 anos, muitos que passaram desta faixa etária também marcaram presença. O autônomo Marcos Antônio de Miranda, 47 anos, participou pela primeira vez e não poupou elogios. “No primeiro evento fiquei meio com o pé atrás para vir, achei que ficaria deslocado, mas quando vi que também tinham pessoas mais velhas participando resolvi vir. Muito bom, parabéns”, comentou.

 

Março 29, 2016 Posted by | cultura, Dança, jornalismo, Lazer, literatura, Maricá, musica, shows e eventos | , | Deixe um comentário

Sarau da Utopia tem noite de brilho em sua terceira edição

Texto: Fernando Uchôa | Fotos: Fernando Silva

Uma noite de brilho. Assim foi a terceira edição do Sarau da Utopia, promovido pela Prefeitura de Maricá, que aconteceu nesta quinta-feira (07/01), em frente ao Mercado das Artes, na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro. A iniciativa integra o pré-lançamento do Festival Internacional da Utopia, que acontece em junho deste ano na cidade. O Sarau acontece toda primeira quinta-feira do mês com apresentação de poetas, escritores, músicos, artistas circenses, bailarinos, e demais pessoas que desejam dar vez e voz às suas produções.

DSCN2371DSCN2407DSCN2421DSCN2375DSCN2434DSCN2441DSCN2457DSCN2462DSCN2466DSCN2496DSCN2524DSCN2571DSCN3111DSCN3123DSCN3124DSCN3155DSCN3157A terceira edição iniciou com apresentação de Ronaldo Valentim (violão e voz), Paulo Ernâni (cajón), e Sérgio Aranda (percussão). Apresentaram-se em seguida, os poetas – destaque para o jovem Gabory Solrac, com poemas de seu livro Anjovial. A

cantora mirim Sofia Bezerra Costa Lima, de 10 anos, levantou o público com sua afinação e ritmo,  e a dupla Lucas (violão) e Carolina Ribeiro (voz), cantou sucessos da MPB, como “Por enquanto”, de Renato Russo. Crianças, acompanhadas dos pais, pintaram um grande quadro com tintas à base de água, orientadas pela professora de Artes Plásticas da Secretaria Adjunta de Cultura, Tatiana Velasco. A menina Isabela Lux, 9 anos, aprovou a atividade. “É divertido pintar”, disse.

Hip-hop, break e funk tiveram como sempre seu espaço, na voz e nos passos de Bruno Garf, Lucas Jackson e do grupo “O Outro Lado”. As crianças índias do coral Curumim, da Aldeia Mata Verde Bonita, em São José do Imbassaí, acompanhadas dos caciques Darcy Tupã, Miguel Veramim e Jurema, e da pajé Lídia, apresentaram números de canto e dança da etnia Tupi-Guaran. O cacique Darcy Tupã aproveitou para convidar os presentes a participarem da I Jornada Esportiva Indígena em Maricá, que faz parte do calendário turístico da cidade e acontecerá nos dias 30/04 e 01/05, na aldeia de São José. “Um programa de índio de verdade. O maricaense é um povo educado, unido, que estende a mão. Consideramos vocês  nossos irmãos. Encontramos aqui um povo acolhedor, que nos ofereceu uma terra para morar. A gratidão e amizade do nosso povo estará sempre com vocês”, declarou o cacique. O Sarau encerrou com a apresentação da cantora Bombom Lessa e banda tocando o melhor da música afro-brasileira.

 

Janeiro 9, 2016 Posted by | arte, cultura, Dança, jornalismo, Lazer, literatura, Maricá, musica, projeto cultural, shows e eventos, Teatro | | Deixe um comentário

Segunda edição do Sarau da Utopia reuniu poesia, musica e dança na Orlando de Barros Pimentel

Texto: Jorge André | Fotos: Fernando Silva

A segunda edição do Sarau da Utopia, que aconteceu nesta quinta-feira (10/12), na Praça Orlando de Barros Pimentel, movimentou o Centro da cidade. Música, dança e declamação de poesia fizeram parte de um cardápio cultural variado. Realizado pela Secretaria Municipal Executiva de Gestão de Políticas Sociais, o sarau é realizado toda primeira quinta-feira do mês e tem como objetivo fomentar o cenário cultural da cidade. Para o secretário municipal executivo da pasta, Alexandre Rodrigues, o sarau é parte do Festival Internacional da Utopia, evento multicultural que acontecerá de 22 a 26 de junho do próximo ano. “A ideia e conciliar as atividades oferecendo ao público participante uma mostra do que será o festival”, comentou.

Para a compositora Julia Sorrentino, que se apresentou na noite desta quinta-feira, o Sarau tem se mostrado um grande incentivador da cultura local. “Acho sensacional a iniciativa e o clima é delicioso. Este evento é um grande motivador”, comentou. Moradora em Niterói, Sorrentino apresentou suas canções junto com o grupo Amigos da Cultura, formado por funcionários da Secretaria Municipal Adjunta de Cultura, Ciências e Tecnologia.

“O microfone pertence a todos e a todas”, afirmou Pedro Gerolimich, um dos organizadores do evento. A declamação era livre e um varal de poesia com textos de Sérgio Vaz, Manuel Bandeira e Fernando Pessoa, entre outros dava uma “forcinha” aos que não tinham uma em mente. A dona de casa Márcia Almeida Cruz, 57 anos, moradora em Araçatiba, preferiu apenas olhar as apresentações. Segundo ela, estas manifestações são importantes para a cidade. “Gosto de poesia e acho importante este tipo de evento. A timidez não me deixa participar, mas estou adorando”, comentou.

O médico cubano Luiz Manoel, que atende no Hospital Municipal Conde Modesto Leal, através do Programa “Mais Médicos”, também declamou poesia. A iniciativa, segundo ele, ajuda na união entre as pessoas e no intercâmbio cultural. “Acredito que quem participa destes eventos fica mais feliz, as pessoas trocam ideias e faz com que o povo se sinta melhor”, destacou.

Além das poesias e músicas, as apresentações de dança tiveram seu espaço garantido no Sarau. Teve participante imitando Michael Jackson e outro fazendo demonstração de street dance. Foi uma noite de diversidade cultural e que contou ainda com a presença da drag queen e Rainha LGBT Maricá, Lunah Verdan, que aproveitou para convidar a todos a participar da terceira parada LGBT, que acontecerá neste domingo (13/12) no Centro da cidade.

  

DSCN1323DSCN1364

DSCN1373DSCN1387

DSCN1401DSCN1407

DSCN1410DSCN1426

DSCN1294DSCN1296DSCN1441 

Mais fotos em https://www.facebook.com/helenarosely.fagundespellegrino/media_set?set=a.10201106948233361&type=3&pnref=story

Dezembro 11, 2015 Posted by | arte, cultura, Dança, jornalismo, Lazer, literatura, Maricá, musica, projeto cultural, Sarau da Utopia, shows e eventos, social | Deixe um comentário

Sábado com música e dança cigana no Mercado das Artes de Maricá

Texto: Jorge André | Fotos: Rosely Pellegrino

Família cigana apresentará danças e canções da mesma forma que eram tocadas há mais de 600 anos

O Mercado das Artes apresenta, neste sábado (25/07), a partir das 20h, mais uma apresentação de música e da cultura cigana do casal Anne e Ruiter Durdevic. No repertório, canções que são apresentadas da mesma forma que eram tocadas há mais de 600 anos. A iniciativa é uma realização da Secretaria Municipal Adjunta de Cultura, Ciência e Tecnologia e a entrada é gratuita.

Para Ruiter, o espetáculo é uma interessante oportunidade no Mercado das Artes para desmistificar o pensamento sobre a cultura cigana. “Temos a oportunidade de mostrar características do nosso povo e ajudar a vencer este preconceito, que ainda é muito grande”, afirma. A filha do casal, Karolyna Valença, também se apresenta, mostrando a dança sensual típica deste povo nômade que tem sua origem na Índia por volta do ano 16 a.C.

O Mercado das Artes fica aberto de quinta-feira a domingo, das 17h às 22h, e é um dos pontos turísticos mais atraentes da cidade, com 24 boxes nos quais são mostradas artes plásticas, artesanato, música e gastronomia.

Apresentação acontece em frente ao Mercado das Artes, no Centro

Ciganos querem mostrar além da música e da dança, eles querem informar e vencer preconceitos com a cultura

Julho 24, 2015 Posted by | arte, cultura, Dança, jornalismo, Lazer, Maricá, Mercado das Artes de Maricá, musica, projeto cultural, shows e eventos, social, turismo | , , , | Deixe um comentário