Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

LOTERJ faz doação através do RIOSOLIDÁRIO para instituições beneficentes e prefeituras

Governador Sérgio Cabral prestigiará o evento.
Em evento solene a Loterj, através do RIOSOLIDÁRIO, amanhã (1 de julho) fará a doação de 51 veículos (4 ambulâncias UTI, 9 ambulâncias simples e 38 vans) para 28 entidades beneficentes e 19 Prefeituras do Estado do Rio de Janeiro.
Durante o evento, que acontecerá às 16h no Quartel do Comando-Geral do Corpo de Bombeiros – RJ, no Centro, estarão presentes o Governador Sérgio Cabral, a Primeira-Dama Adriana Ancelmo, o Secretário de Estado da Casa Civil Regis Fichtner, Daniela Pedras, Presidente do RIOSOLIDARIO, o Presidente da Loterj Sérgio Ricardo Martins de Almeida, Prefeitos e demais autoridades.
Mensalmente, a operação de Raspadinhas do Rio e Rio de Prêmios, da Loterj, distribuem mais de R$ 5 milhões em prêmios para o Estado do Rio de Janeiro, além de já terem destinador mais de R$ 14 milhões para projetos sociais liderados pela primeira-dama Adriana Ancelmo, através do RIOSOLIDARIO.
No dia do evento serão distribuídas 200 mudas de árvores nativas por artistas do Galpão Aplauso, que farão performances durante o evento
PREFEITURA DE VARRE-SAIAMBULACIA UTI125.200,00
PREFEITURA DE APERIBÉAMBULANCIA UTI125.200,00
PREFEITURA DE LEVY GASPARIANAMBULANCIA UTI125.200,00
PREFEITURA DE LAJE DO MURIAÉAMBULANCIA UTI125.200,00
AFADA -ARARUAMAVAN87.600,00
APAE – BÚZIOSVAN87.600,00
PESTALOZZI – CACHOEIRAS DE MACACUVAN87.600,00
PREFEITURA DE CARDOSO MOREIRAAMBULANCIA98.950,00
PREFEITURA DE CASIMIRO DE ABREUVAN87.600,00
APAE – DUAS BARRASVAN87.600,00
CENTRO N. S. FATIMA – ITAPERUNAVAN87.600,00
PREFEITURA DE MAGÉAMBULANCIA98.950,00
PREFEITURA DE MARICÁVAN87.600,00
PREFEITURA DE MIRACEMAAMBULANCIA98.950,00
APAE – NATIVIDADEVAN87.600,00
PESTALOZZI – RIO BONITOVAN87.600,00
APAE – RIO DAS OSTRASVAN87.600,00
FUNDAÇÃO LEÃO XIIIAMBULANCIA98.950,00
PREFEITURA DE S.M MADALENAAMBULANCIA98.950,00
LAR CRIANÇAS ESPECIAIS – SAQUAREMAVAN87.600,00
PREFEITURA DE TRAJANO DE MORAESAMBULANCIA98.950,00
PREFEITURA DE TRÊS RIOSVAN87.600,00
APAE – APERIBÉVAN87.600,00
APAE – BOM JARDIMVAN87.600,00
APAE – CAMBUCIVAN87.600,00
PREFEITURA  DE CARDOSO MOREIRAVAN87.600,00
PREFEITURA DE LEVY GASPARIANVAN87.600,00
APAE – CONCEIÇÃO DE MACABUVAN87.600,00
PEREFEITURA DE ITALVA VAN87.600,00
PESTALOZZI – MAGEVAN87.600,00
PREFEITURA DE MIRACEMAVAN87.600,00
PREFEITURA DE NATIVIDADEVAN87.600,00
PREFEITURA DE PORCIÚNCULAVAN87.600,00
APAE – SANTO ANTONIO DE PÁDUAVAN87.600,00
APAE – SÃO FIDÉLISVAN87.600,00
APAE – SÃO FRANCISCO DE ITABAPOANAVAN87.600,00
APAE – SÃO JOÃO DA BARRAVAN87.600,00
PESTALOZZI – SILVA JARDIMVAN87.600,00
PREFEITURA DE CARAPEBUSAMBULANCIA98.950,00
PREFEITURA DE CARAPEBUSAMBULANCIA98.950,00
APAE – CORDEIROVAN87.600,00
ASSOCIAÇÃO REPENSAR VAN87.600,00
GALPÃO APLAUSOVAN87.600,00
PREFEITURA DE NOVA FRIBURGOAMBULANCIA98.950,00
PREFEITURA DE BOM JESUS DE ITABAPOANAVAN

Anúncios

Junho 30, 2010 Posted by | jornalismo | Deixe um comentário

A partir desta quinta (01/07), Bilhete Único valerá por duas horas e meia

A partir desta quinta-feira, dia 1º de julho, mais de 1 milhão de moradores de 20 municípios da Região Metropolitana do Rio que utilizam o Bilhete Único poderão viajar mais tranqüilos. No dia em que o sistema completa cinco meses, o intervalo entre o primeiro e o segundo embarque passará de duas para duas horas e meia. Com este acréscimo de tempo nas viagens, o Governo do Estado espera atender ainda mais usuários do sistema público de transportes que fazem viagem intermunicipal.
– Este é um dos maiores programas sociais do Governo do Estado. Mas apesar disso, percebemos que ele não estava sendo aproveitado justamente por quem mais precisa, aquelas pessoas que moram em áreas mais afastadas dos centros dos municípios atendidos pelo programa. Com este acréscimo de meia hora no intervalo entre o primeiro e o segundo embarque, esperamos atender até 99% da população que utiliza o transportes público intermunicipal na Região Metropolitana– explica o secretário estadual de Transportes, Sebastião Rodrigues.
Nesses cinco meses do benefício, mais de um milhão de pessoas já utilizaram o sistema, sendo uma média de 209 mil pessoas por dia. Desde primeiro de fevereiro, já foram feitas mais de 82 milhões de viagens com o Bilhete Único. O sistema permite que moradores da Região Metropolitana do Rio utilizem até dois meios de transportes, sendo um deles intermunicipal, pagando apenas R$ 4,40. Para garantir este valor, o Governo do Estado já investiu cerca de R$ 70 milhões, o que significa um subsídio médio por pessoa de R$ 63,63 desde fevereiro.
Para ampliar o número de usuários do Bilhete Único, a Secretaria Estadual de Transportes está negociando com a Rio Card a ampliação de postos de cadastramento. Atualmente, a adesão pode ser feita através do site http://www.riobilheteunico.com.br ou nos postos físicos da Central do Brasil e do Terminal João Goulart, em Niterói.


Comunicação Social da Secretaria Estadual de Transportes

Junho 30, 2010 Posted by | jornalismo, transporte | Deixe um comentário

Luciano Rangel Junior faz história e é reeleito por unanimidade como presidente da Câmara Municipal de Maricá

Fotos e Texto: Rosely Pellegrino

Pela primeira vez na história da Câmara Municipal de Maricá, uma chapa única é aprovada e indicada por unanimidade na eleição para gestão da mesa diretora para o segundo biênio, sempre foram apresentadas no mínimo duas chapas.

presidente reeleito Luciano Rangel Junior e sua filha Vitória

Este ano a chapa “Compromisso com o Povo de Maricá, composta pelos vereadores, Luciano Rangel Junior (PSB) presidente, Aldair Nunes Elias (PPS) vice presidente, Fabiano Taques Horta, primeiro secretário e Ronny Pereira de Azevedo , segundo secretário, teve o apoio declarado dos demais vereadores da casa e foi reeleita por unanimidade, nesta quarta feira, 30 de Junho.

Sessão que reelegeu a mesa diretora DSC08395

DSC08396 DSC08397

Os vereadores parabenizaram o presidente reeleito desejando sucesso nesta segunda empreitada.

Aldair Nunes Elias, vice presidente, Luciano Rangel Junior, presidente, Fabiano Taques Horta, primeiro secretário e Ronny Pereira de Azevedo, segundo secretário. Mesa diretora reeleita  Mesa diretora reeleita por unaminidade, para o biênio janeiro de 2011/dezembro de 2012, Aldair Nunes Elias (PPS) vice presidente, Luciano Rangel Junior (PSB) presidente, Fabiano Taques Horta (PT), primeiro secretário e Ronny Pereira de Azevedo (PT), segundo secretário

“Para mim é motivo de orgulho por ter me escolhido para estar ao seu lado”, disse o vice-presidente Aldair Nunes Elias (Aldair de Linda).

“A convivência harmoniosa reflete a qualidade de sua condução frente à mesa diretora, o nosso objetivo é trabalharmos cada vez melhor, enfatizou o primeiro secretário Fabiano Taques Horta.

“Nossas divergências são no campo político, Sua mesa diretora tem uma convivência harmoniosa, só sabe a dificuldade quem realmente está na presidência, por oito anos estive como presidente, e sei como é ruim você querer ajudar e não poder. Você Junior, tem honrado esta casa, mesmo havendo muitas vezes divergências, nos momentos difíceis sempre nos dá apoio, saber que temos alguém na nossa retaguarda nos dá segurança e nos fortalece”, falou o vereador Paulo Maurício Duarte de Carvalho.

“Que esta casa seja referência de democracia e que possamos avançar no sentido de melhoria e qualificação, ensejou o vereador Caiu.

“Sua condução com pulso firme, igualdade, sabedoria e responsabilidade demonstra a competência com que a mesa tem conduzido os trabalhos desta Casa”, disse o vereador Helter Ferreira, líder do governo na Câmara, ao parabenizar o presidente reeleito.

“Continuaremos unidos e só quem tem a ganhar é o povo que nos elegeu”, afirmou o vereador Ronny Pereira de Azevedo, segundo secretário.

O presidente Luciano Rangel Junior, emocionado agradeceu o apoio de sua família, de seus amigos e eleitores que acreditaram nele e o tornaram na última eleição o vereador mais votado no município. Em seu discurso falou de sua alegria e responsabilidade, assim como também das dificuldades encontradas com a redução de repasses para Câmara, que chegou a quase 2 milhões, que levou a perda dos carros e cargos.

‘Ser reeleito por unanimidade é motivo de grande alegria para mim, devo muito aos meus colegas vereadores e a mesa diretora conduzida pelo primeiro secretário Fabiano Horta, que tem dado um exemplo de dedicação e empenho, proporcionando o bom andamento nos trabalhos desta Casa. Tenho certeza que não vou decepcionar nem meus eleitores, nem os colegas vereadores. Não faço política por interesse pessoal, e nossa Casa de Leis tem sido um exemplo disto, quando algum vereador tem algum problema estamos sempre unidos no sentido de ajudar e ser útil, e isto nos fortalece”, finalizou o presidente reeleito agradecendo o apoio de todos”.

Junho 30, 2010 Posted by | jornalismo, política | Deixe um comentário

Momento é muito positivo para quem pretende investir na carreira naval

Expectativa para os próximos anos é de que sejam criados mais de 15 mil empregos diretos nos dois municípios, com salário médio de R$ 1,8 mil para profissionais qualificados

Quem pretende investir na carreira naval, essa é a hora. O setor ganha força no Estado e, em Niterói e São Gonçalo, não faltam oportunidades.

A expectativa para os próximos anos é de que sejam criados mais de 15 mil empregos diretos nos dois municípios, com salário médio de R$ 1,8 mil para profissionais qualificados.

De acordo com o Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparo Naval e Offshore (Sinaval), o Rio de Janeiro concentra mais de 50% do total da capacidade produtiva da indústria de construção naval brasileira e mais de 40% do total dos empregos diretos gerados. São 21 mil empregos diretos no Estado, sendo 11 mil em Niterói e 800 em São Gonçalo. “O Rio de Janeiro continua sendo o principal polo da indústria naval brasileira e Niterói é um polo de produção naval e prestação de serviços offshore especializado”, comenta o presidente do Sinaval Ariovaldo Rocha.

Com investimento de R$ 2,2 bilhões, a Petrobras Transporte S.A. (Transpetro), contratou a construção de 16 navios no Estado do Rio, o que gera a abertura de 50 mil vagas, sendo 10 mil diretas.

Só em Niterói, foram contratados, do Estaleiro Mauá, quatro navios de produtos. A demanda gera 3 mil empregos diretos e 12 mil indiretos. Mas a conta ainda pode aumentar. Segundo a Transpetro, há ainda três navios de produtos em fase de licitação com o Estaleiro Mauá, o que pode elevar os números para 6 mil empregos diretos e 24 mil indiretos em Niterói, totalizando 13 mil empregos diretos e 52 mil indiretos em todo o Estado.

Investimento faz empregos decolarem

E a soma continua. De acordo com o diretor da área de operações do Estaleiro Aliança, no Barreto, Zona Norte de Niterói, Paulo Conte Sena, a previsão é de que 1,2 mil novos empregos diretos e 3 mil indiretos sejam gerados em Niterói e São Gonçalo.

Esses números são possíveis por conta da aprovação, este mês, de financiamento concedido pelo Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e pela Marinha Mercante, de mais de R$ 85 milhões. Os recursos serão aplicados na realização de um projeto de expansão e modernização das instalações do estaleiro e na criação de uma nova fábrica de peças, em Guaxindiba, São Gonçalo.

O BNDES aprovou ainda um financiamento de R$ 1,2 bilhão à Companhia Brasileira de Offshore (CBO), do grupo Fisher, para a construção de 19 embarcações de apoio marítimo no Estaleiro Aliança. Com isso, mais 930 empregos diretos e indiretos serão gerados até setembro de 2016.

“Desde janeiro, já contratamos 300 funcionários e ainda estamos com vagas. As áreas de eletricista, soldador, riscador, encanador, mecânico e pintor são as que mais oferecem oportunidades. Além disso, está difícil encontrar bons profissionais nessas funções, principalmente para o nível de oficial, que exige pelo menos dois anos de experiência. Já fiquei com algumas vagas em aberto por três meses”, revela Paulo Conte.

Estaleiro cria curso por causa da falta de profissionais

A dificuldade de encontrar profissionais qualificados, unida a uma política de responsabilidade social, deu origem ao curso de formação de soldadores, oferecido pelo Estaleiro Aliança. “O nosso foco está nos jovens em situação de risco social, de 18 a 22 anos”, conta.

A meio-oficial de solda Marissol Duarte dos Santos, de 21, se formou, há pouco mais de dois anos, no curso oferecido pelo estaleiro. “Entrei no curso há três anos e cinco meses, ganhando R$ 270 mais benefícios. Ter a carteira assinada e ganhar para estudar é muito bom. Atualmente, ganho R$ 1,2 mil, além dos benefícios. Gosto muito do que faço e pretendo seguir carreira na área naval”, garante Marissol.

O estaleiro STX Brazil Offshore, na Ilha da Conceição, Niterói, também revela a expansão do setor através do aumento das contratações.  “Em seis meses o nosso efetivo cresceu 50%. Além disso, abrimos, duas vezes por semana, inscrições para trabalho aqui no estaleiro. Mesmo que não haja vagas no momento, guardamos para cadastro de reserva. As oportunidades são constantes, mas temos dificuldade de encontrar profissionais qualificados”, constata o diretor de relações industriais do STX, Marcos Cabral.

De acordo com o diretor, a função de montador ocupa a primeira posição, tanto em número de vagas quanto em baixa oferta de profissionais qualificados. “Para preencher as vagas, montamos, aqui no estaleiro, uma escola que forma profissionais nessa função. Em um ano, formamos 60 montadores. Os alunos são funcionários não qualificados da própria empresa, que trabalhavam como ajudantes. Dessa forma, qualifico e incentivo meus funcionários, além de dar uma formação voltada às necessidades e perfil do nosso estaleiro”,  afirma Marcos.

Busca por especialização

Outra iniciativa que garantirá mais vagas no setor é a construção do primeiro dique seco da Região Sudeste, na sede do Estaleiro Mac Laren, na Ponta da Areia, em Niterói. Com a obra pronta devem ser gerados de 4 mil a 5 mil empregos diretos e indiretos, segundo a presidente Gisela Mac Laren. Além disso, caso a empresa consiga vencer a licitação de módulos de duas plataformas da Petrobras, no final do mês, mais 3 mil empregos podem ser criados no estaleiro, nos próximos dois anos.

O Estaleiro Cassinú, localizado no Gradim, em São Gonçalo, e na Ponta da Areia, em Niterói, também embarca na onda do crescimento da área naval e já contratou, desde o início do ano, mais de cem funcionários. A expectativa é que mais 150 sejam contratados até agosto.

De acordo com o presidente Antônio de Santana, a dificuldade de encontrar profissionais qualificados é maior nas funções de soldador e montador. Por conta disso, o estaleiro também criou cursos de especialização. “Atualmente, oferecemos curso de soldador. Para montador, a primeira turma deve ser iniciada no mês que vem. Nosso objetivo é preparar e inserir no mercado de trabalho a população de comunidades carentes, além de suprir a nossa demanda de vagas.”, explica.

Para quem deseja se especializar na área naval, o Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural (Prominp) oferece cursos gratuitos de nível básico, médio técnico e superior, com duração que varia de três meses a um ano e meio, em 175 categorias profissionais. Além dos cursos gratuitos, são oferecidas bolsas-auxílio mensais para os alunos desempregados, que variam entre R$ 300 e R$ 900, dependendo do nível de escolaridade.

Cursos grátis no Barreto

A Escola Técnica Estadual Henrique Lage, no Barreto, também capacita, gratuitamente, jovens interessados em ingressar na área, através do Curso Técnico em Estruturas Navais.

Já o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), unidade do Barreto, oferece diversos cursos que possibilitam atendimento à atividade de construção e reparos navais, além de montagem de módulos de plataformas.

Os cursos são divididos em áreas de aprendizagem, qualificação, iniciação e aperfeiçoamento e cursos técnicos, com carga horária que varia de 30 horas a 708 horas. O curso mais barato, na área de iniciação e aperfeiçoamento, custa R$ 318 e o mais caro, na área técnica, R$ 9.171, que podem ser parcelados.

O Fluminense

Junho 28, 2010 Posted by | cursos, Educação, emprego e oportunidade / vagas temporárias, jornalismo, oportunidade de emprego, setor naval | 1 Comentário

Brasil 0 x 0 Portugal; veja a avaliação dos jogadores brasileiros e a Torcida Brasileira em Maricá

25, junho, 2010 – Fonte:  Editores Abril

Foto: Reuters

Foto: Reuters

Júlio César – nota 7 – Salvou o Brasil. Mostrou que está jogando no sacrifício e mesmo assim não compromete

Maicon – nota 6 – Muito marcado por Coentrão, mas mesmo assim lutou e tentou mostrar a sua qualidade

Lúcio – nota 6,5 – Com o meio de campo sem criar nada, o capitão tentava tomar todas as ações da equipe. Voz ativa do time.

Juan – nota 5,5 – Foi bem na marcação, mas quase entregou a vitória para Portugal ao sair jogando errado nos minutos finais

Michel Bastos – nota 4,5 – Ruim na marcação e limitado no ataque. Gilberto deveria merecer uma chance de Dunga

Gilberto Silva – nota 3 – Um dos piores em campo. Errou muitos passes, porém seguro na marcação

Felipe Melo – nota 5, 5 – Firme na marcação, não errou um passe sequer enquanto esteve em campo. Saiu para não ser expulso após o árbitro inverter uma falta e dar cartão amarelo para ele

VEJA MAIS:

Fotos da partida entre Brasil e Portugal pelo Grupo G

Torcidas fazem festas nas arquibandas do Moses Mabhida

Brasileiros fazem festa no Rio e em São Paulo em jogo contra Portugal

Daniel Alves – nota 7 – Com Júlio Baptista muito apagado, Dani era o único que tentava armar as jogadas ofensivas. Foi motor do time. Arriscou chutes, tentou tabelas, mas não conseguiu tirar o zero do placar

Júlio Baptista – nota 3,5 – Lento demais, não conseguiu executar sua tarefa básica, armar o jogo.

Nilmar – nota 4,5 – Perdeu um gol cara a cara. Se a bola não chegava ele também não voltava para buscar. Faltou maturidade

Luís Fabiano – nota 5 – Saiu no congestionado meio da área e buscou os lados do campo, mas não contou com um bom companheiro

Josué – nota 5 – Incansável na marcação, porém nada acrescenta com a bola no pé. Um bom operário. Entrou na vaga de Felipe Melo no final do primeiro tempo

Ramires – nota 7 – Eentrou na vaga de Júlio Baptista aos 33 minutos do segundo tempo e melhorou muito a mobilidade do time. Quase fez o gol brasileiro nos minutos finais dego

Grafite – sem nota – Entrou na vaga de Luís Fabiano aos 40 minutos e quase não jogou

[notas: Ricardo Zanirato]

Torcida Brasileira em Maricá no jogo Brasil X Portugal

Fotos Rosely Pellegrino

As ruas ficaram desertas nesta sexta feira dia 25 de Julho, durante a disputa do Jogo Brasil X Portugal.

DSC08243DSC08242

Milhões de brasileiros se concentrarem em clubes, praças, bares e restaurantes. Em Maricá não foi diferente. Veja com estavam alguns locais

DSC08232DSC08233

No Esporte Cube Maricá

DSC08196 DSC08200

Estrada do Boqueirão e Araçatiba

DSC08201 DSC08203

Em frente a prefeitura e ao lado do Esporte Cube Maricá

DSC08204 DSC08205

Nos bares da Praça Orlando de Barros Pimentel

DSC08207 DSC08210 DSC08211 DSC08212 DSC08237DSC08213

Neco e seu artesato em latinhas de alumínio, no estilo bem brasileiro.

DSC08215 DSC08216 DSC08218 DSC08219 DSC08220 DSC08221 DSC08224 DSC08226 DSC08228DSC08229 DSC08231DSC08232   DSC08241 DSC08245 DSC08246 DSC08235 DSC08152 - Cópia

As baquetas ficaram no ar, e grito de Gol ficou guardado na garganta e no peito de cada torcedor.

Junho 26, 2010 Posted by | esportes, jornalismo, Maricá | Deixe um comentário

Imperdível: Visite a Biblioteca Mundial da Unesco

www.wdl.org

Fonte Eli Ninja:  – Estou enviando o que considero, sem dúvida, o arquivo CULTURAL mais importante que recebi!!!

A NOTÍCIA DO LANÇAMENTO NA INTERNET DA WDL….. A BIBLIOTECA DIGITAL MUNDIAL…

QUE PRESENTE DA UNESCO PARA A HUMANIDADE INTEIRA !!!!                               (especialmente para os jovens)

A WDL Já está disponível na Internet, através do síte  www.wdl.org

É uma notícia QUE NÃO SÓ VALE A PENA REENVIAR MAS É UM DEVER ÉTICO, FAZÊ-LO!!

Reúne mapas, textos, fotos, gravações e filmes de todos os tempos e explica em sete idiomas as jóias e relíquias culturais de todas as bibliotecas do planeta. Tem, acima de tudo, caráter patrimonial", conforme afirmou em LA NACION Abdelaziz Abid, coordenador do projeto realizado pela UNESCO e outras 32 instituições.
A BDM não oferecerá documentos correntes , a não ser "com valor de património, que permitirão apreciar e conhecer melhor as culturas do mundo em idiomas diferentes: árabe, chinês, inglês, francês, russo, espanhol e português. Mas há documentos em linha em mais de 50 idiomas".

Entre os documentos mais antigos há alguns códices precolombianos, graças à contribuição do México, além dos primeiros mapas da América, desenhados por Diego Gutiérrez para o rei de Espanha em 1562", explicou Abid.

Os tesouros incluem ainda o Hyakumanto darani , um documento em japonês publicado no ano 764 e considerado o primeiro texto impresso da história; um relato dos azetecas que constitui a primeira menção do Menino Jesus no Novo Mundo; trabalhos de cientistas árabes desvendando o mistério da álgebra; ossos utilizados como oráculos e esteiras chinesas; a Bíblia de Gutenberg; antigas fotos latino-americanas da Biblioteca Nacional do Brasil e a célebre Bíblia do Diabo, do século XIII, da Biblioteca Nacional da Suécia
.

Fácil de navegar
Cada jóia da cultura universal aparece acompanhada de uma breve explicação do seu conteúdo e seu significado. . Os documentos foram escaneados e incorporados no seu idioma original, mas as explicações aparecem em sete línguas, entre elas O PORTUGUÊS
A biblioteca começa com 1200 documentos, mas foi pensada para receber um número ilimitado de textos, gravados, mapas, fotografias e ilustrações.

Como se acessa o site global
Embora só agora esteja sendo apresentado oficialmente na sede da UNESCO, em Paris, a Biblioteca Digital Mundial já está disponível na Internet, através do site www.wdl.org .

O acesso é gratuito e os usuários podem ingressar directamente pela Web , sem necessidade de se registarem. Quando se faz o clique sobre o endereço www.wdl.org , tem-se a sensação de tocar com as mãos a história universal do conhecimento. Permite ao internauta orientar a sua busca por épocas, zonas geográficas, tipo de documento e instituição. O sistema propõe as explicações em sete idiomas (árabe, chinês, inglês, francês, russo,espanhol e português).

Os documentos, por sua parte, foram escaneados na sua língua original. Desse modo, é possível, por exemplo, estudar em detalhe o Evangelho de São Mateus traduzido em aleutiano pelo missionário russo Ioann Veniamiov, em 1840. Com um simples clique, podem-se passar as páginas de um livro, aproximar ou afastar os textos e movê-los em todos os sentidos. A excelente definição das imagens permite uma leitura cómoda e minuciosa.

Entre as jóias que contem no momento a BDM está a Declaração de Independência dos Estados Unidos, assim como as Constituições de numerosos países; um texto japonês do século XVI considerado a primeira impressão da história; o jornal de um estudioso veneziano que acompanhou Fernão de Magalhães na sua viagem ao redor do mundo; o original das "Fábulas" de Lafontaine, o primeiro livro publicado nas Filipinas em espanhol e tagalog, a Bíblia de Gutemberg, e umas pinturas rupestres africanas que datam de 8.000 A .C..

Duas regiões do mundo estão particularmente bem representadas: América Latina e Médio Oriente. Isso deve-se à activa participação da Biblioteca Nacional do Brasil, a biblioteca Alexandrina do Egipto e a Universidade Rei Abdulá da Arábia Saudita. A estrutura da BDM foi decalcada do projecto de digitalização da Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos, que começou em 1991 e actualmente contém 11 milhões de documentos em linha.

Os seus responsáveis afirmam que a BDM está sobretudo destinada a investigadores, professores e alunos. Mas a importância que reveste esse site vai muito além da incitação ao estudo das novas gerações que vivem num mundo áudio-visual. Este projeto tampouco é um simples compêndio de história em linha: é a possibilidade de aceder, intimamente e sem limite de tempo, ao exemplar sem preço, inabordável, único, que cada um alguma vez sonhou conhecer.

Junho 26, 2010 Posted by | cultura, cultura, Educação, educacão, jornalismo, Lazer | Deixe um comentário

Operação Sorriso – Cirurgias gratuitas de lábio leporino e fenda palatina, nos dias 6 e 7 de agosto, no hospital do fundão.

Internautas!!!
Avisem aos seus amigos  
Existem muitas crianças necessitando desta cirurgia. Vamos ajudar!!!
Façam uma criança Feliz…….

 cirurgias grátis

Junho 25, 2010 Posted by | campanha social, jornalismo, saúde | Deixe um comentário

Escavações da Linha 4 do metrô começam neste sábado

DATA: 26/06/10

HORA: 10h

LOCAL: Estrada da Barra, 750, na altura das duas pontes sobre o Canal da Barra da Tijuca

Obs.: O estacionamento dos carros será no Marina Barra Clube, Estrada da Barra 777, ao lado da Ilha dos Pescadores. No local da obra, não há onde parar.

Neste sábado (26/06), o Governo do Estado do Rio de Janeiro dará início às escavações da Linha 4 do metrô, que vai ligar a Barra da Tijuca à Zona Sul da cidade. A Linha 4 será o maior empreendimento do setor de transportes dos próximos anos no Rio. Com 14 quilômetros de extensão, a Linha 4 sairá da Barra passando por São Conrado, Gávea, Leblon até chegar em Ipanema.

O governador Sérgio Cabral, o vice-governador Luiz Fernando Pezão, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, o secretário estadual de Transportes Sebastião Rodrigues, representantes do Consórcio Construtor Rio Barra, o presidente da Concessionária Rio Barra Júlio Teixeira,  e outras autoridades acompanharão o início dos trabalhos de escavações do túnel de serviço, que será aberto no na encosta da Pedra do Focinho do Cavalo, no Maciço da Tijuca. A construção do túnel de serviço é o primeiro passo para a construção da galeria principal, por onde o metrô passará.

Para o início das obras, a Secretaria Estadual de Transportes teve o cuidado de retirar mais de 1.500 plantas nativas, a maioria bromélias, da área onde se darão as escavações. As plantas foram levadas para o Jardim Botânico do Rio. A ação retrata o compromisso do Governo do Estado com a proteção e o zelo com o meio ambiente – visão que regerá o empreendimento do início ao fim.

O trânsito na Estrada da Barra, entre a ponte nova e a ponte velha sobre o Canal da Barra também está desviado. Agentes de trânsito orientam os motoristas que seguem em direção ao Itanhangá/ Auto da Boa Vista / Rio das Pedras a seguirem por uma nova pista aberta junto ao canal. A sinalização visual no local foi reforçada para evitar acidentes e garantir a segurança dos motoristas. As alterações no trânsito continuarão enquanto durarem as obras.

A chegada do metrô até a Barra vai provocar uma revolução na forma como o carioca se desloca pela cidade. A expectativa do Governo do Estado é de que a Linha 4 já esteja funcionando em 2016 e beneficie, diariamente, 240 mil pessoas. 

Junho 25, 2010 Posted by | jornalismo, transito, transporte | Deixe um comentário

Yoga com Andreia Santiago no Esporte Clube Maricá

Junho 24, 2010 Posted by | jornalismo, saúde | Deixe um comentário

Convênios aproximam Estado das metas de saneamento de erradicar lixões

Meta é tratar 80% dos dejetos e reduzir resíduos. Investimentos para acabar com esgoto e lixo a céu aberto totalizam R$ 168 milhões e devem beneficiar 41 municípios

image
No Estado do Rio de Janeiro, apenas 60% da população possui coleta de esgoto e somente 30% do material é tratado.
O dado é do Governo do Estado, que assinou convênios com prefeituras e entidades com o objetivo de melhorar o saneamento e a situação dos lixões na região. As metas fluminenses são implantar 80% de esgotamento sanitário em todo o território em 10 anos e acabar com os lixões em três.
Os objetivos constam do Pacto pelo Saneamento que foi criado no fim de 2008 pelo Governo do Estado e cujos avanços foram apresentados ontem no Palácio Guanabara, pelo vice-governador Luiz Fernando Pezão e pela secretária do Ambiente, Marilene Ramos. Na ocasião, Pezão e Marilene Ramos assinaram convênios e apresentaram projetos de aterros sanitários que beneficiarão 41 prefeituras.
Os investimentos totalizam R$ 168 milhões, cujos recursos são provenientes do Fecam e da Funasa. Atualmente, quase todo o território está coberto por consórcios entre municípios para a instalação de aterros sanitários controlados.
Também foram entregues, para 10 prefeituras fluminenses, projetos de engenharia, elaborados por técnicos da Secretaria do Ambiente, para implantação de sistemas de esgotamento sanitário nessas cidades. Além disso, Ramos e Pezão assinaram convênio com a Associação Estadual dos Municípios do Rio de Janeiro (Aemerj) e o Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (Ceivap) para a elaboração de 53 planos de saneamento básico em cidades situadas nesta bacia; e também com o secretário de Agricultura, Alberto Mofati, e com o reitor da Universidade Federal Fluminense (UFF), Roberto Salles, para a implantação de saneamento básico, no âmbito do Programa Rio Rural, em 45 vilas rurais das regiões Norte e Noroeste Fluminenses, financiados com recursos do Fundo Estadual de Conservação Ambiental (Fecam).
“Fico muito feliz de ver o avanço dessa área em nosso governo. A gente está cumprindo uma etapa extraordinária. E só não avançamos mais, não apenas no meio ambiente, como em todas as outras áreas, por falta de mais projetos. Isso vale para as prefeituras e para nós do governo. As dificuldades que tivemos até agora se deram por falta de projetos. Vamos aproveitar esses próximos seis meses de governo e disponibilizar recursos próprios para ajudar os municípios a elaborar projetos”, diz Pezão.
Segundo a secretária do Ambiente, Marilene Ramos, o pacto procura reverter o déficit ambiental em relação ao esgoto e ao lixo.
“Em termos de saneamento, vivemos ainda na Idade Média. São esgotos em céu aberto, lixões, poluição de toda sorte. Enfim, um quadro bastante grave. Mas, em três anos e meio de governo, já há vitórias a contabilizar. Em relação à coleta e tratamento de esgoto, o Estado do Rio subiu de 25% de material tratado para 30% e a implantação de aterros sanitários já abrange 60% do território fluminense”, conta Marilene Ramos.
O Pacto pelo Saneamento é dividido em dois subprogramas: o Rio Mais Limpo, cuja meta é coletar e tratar 80% de esgoto no estado em 10 anos, e o Lixão Zero, que pretende construir aterros sanitários e remediar lixões em todo o estado.
Este subprograma envolve ainda a rede de coleta de lixo, inclusive apoiando as prefeituras nesse serviço, em geral deficiente. O primeiro é financiado com recursos do Fecam, em torno de R$ 120 milhões por ano (40% da verba do fundo), e do Fundo de Recursos Hídricos (FUNDHRI), com R$ 30 milhões anuais. Já para o Lixão Zero, o Fecam destina cerca de R$ 30 milhões anuais (10% do fundo).

Junho 24, 2010 Posted by | jornalismo, meio ambiente | Deixe um comentário