Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

ACM – Associação Comercial de Maricá convida “Um Dia de Empreendedorismo”

Foto de Acm - Associação Comercial de Maricá.

Com prazer convidamos aos nossos associados, empresariado em geral , estudantes ou postulantes ao empreendedorismo a participarem dos encontros do projeto " UM DIA DE EMPREENDEDORISMO" , que acontecerão no dia 27 de julho – quarta feira, em nossa sede.

7:30 às 9:00h – CAFÉ DA MANHÃ COM RODADA DE NEGÓCIOS:

Estamos convidando empresários, prestadores de serviços e representantes comerciais de Maricá para que produtos e serviços de nossa sejam conhecidos, objetivando a criação de uma rede comercial que trará o benefício de toda a cidade.

18:30 h – PALESTRA: Uma Escalada ao Sucesso do Negócio.

Prof. Ronaldo Abranches . Como palestrante motivacional, tem aproveitado as oportunidades para sensibilizar seu público em relação ás mudanças comportamentais necessárias para enfrentar os novos paradigmas deste mercado altamente competitivo.

Palestra interativa com efeitos audiovisuais na qual é simulada uma escalada na montanha em que o palestrante faz uma analogia e explora as atitudes que possibilitam o sucesso das micro e pequenas empresas. São utilizados vários efeitos audiovisuais para criar um ambiente mais envolvente e caracterizado para aumentar a sensibilização do público alvo.

Anúncios

Julho 26, 2016 Posted by | Associações, jornalismo, Maricá, palestra gratis | , , | Deixe um comentário

ABBA comemora os 20 anos do Acadêmico Thiago de Menezes na academia

Convite: ACADEMIA BRASILEIRA DE BELAS ARTES

ABBA Fundada a 20 de abril de 1948, Órgão Consultivo do Governo Federal por força da Lei 1.101 de 12 de maio de 1950, e de entidade de utilidade pública, pela Lei 837 do Município do Estado do Rio de Janeiro.

A Presidente da ACADEMIA BRASILEIRA DE BELAS ARTES – ABBA convida V.Exa. e Exma. Família para comemoração dos 20 anos de ingresso do escritor, jornalista e artista plástico Thiago de Menezes como Acadêmico da ABBA. Na ocasião, o mesmo pronunciará alocução sobre temas e vultos paulistas, reverenciando algumas personalidades que serão homenageadas, entre outras, com os Diplomas “Honraria Ulysses Guimarães” e “Governador Carvalho Pinto” da FALASP, mais “Tiradentes”, do ICFU. Em seguida, o Acadêmico irá autografar a segunda edição de seu livro“Desvendando o Sítio do Pica-Pau Amarelo”, que fala sobre o pioneirismo da TV nas décadas de 50 e 60.

14 de julho de 2016 (quinta-feira), às 16 horas.

Rua Teixeira de Freitas nº 5 – 3º andar (Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro), esquina de Augusto Severo, Glória, Rio de Janeiro – RJ.

Traje: Social completo (convidados e homenageados) – Solicitamos o uso do Medalhão, ‘joia da Academia’ – não se faz necessário o uso da capa acadêmica.

Julho 14, 2016 Posted by | Academia Brasileira de Belas Artes, Associações, cultura, jornalismo, literatura, social | , , , , , , | Deixe um comentário

O início do Projeto de Visibilidade Empresarial da Associação Comercial de Maricá demonstrou que o comerciante de Maricá necessita, acima de tudo, de associativismo

Este projeto, que faz parte do planejamento estratégico de 2016 da ACM, no setor de comunicação, relações públicas e eventos, pretende ser viabilizado durante todo o ano de 2016.

ACM associativismo

A cada data de interesse do comércio, os comerciantes serão incentivados a uma divulgação conjunta com ações lúdicas e envolventes para captar o cliente.

A própria imagem da ACM como captador de patrocínios e parcerias para que , cada vez mais, exista uma renda extra operacional para investimento na divulgação do comércio local será priorizada neste ano.

Atrair novos associados mas com uma proposta concreta de crescimento, desenvolvimento e defesa efetiva dos interesses do empresariado local é o objetivo da ACM.

A preparação do projeto também foi pensada de forma pioneira em nossa cidade. A ACM iniciou um processo de cooperação técnica com Instituições respeitadas e que, como ela, necessitam de maior divulgação de suas ações.

Assim uniram-se a Pestalozzi, o Gam, A editora Canteiros,a agenda 21 de Maricá, a Cia Arte e Vida e outras. Os contratos estarão sendo formalizados no mês de março. Reuniões com secretarias Municipais, objetivando a maior atenção ao setor empresarial estão sendo priorizadas.

A chamada a todos os veículos de comunicação também está sendo feita e com boa aceitação. Neste início o projeto levou às ruas a campanha "Natal Maricá, um Sorriso de Criança". Contou com 4 patrocinadores , 6 apoiadores e 37 participantes que em contrapartida estão sendo divulgados nos veículos da ACM até o mês de março.

Os sorteios de brindes ainda estão acontecendo. No total são 78 brindes que estão sendo sorteados desde o dia 19 de dezembro, até 19 de janeiro. A abrangência do projeto pode ser observada nos inserts da imprensa que aconteceram como o Jornal A Gazeta, A Voz de Maricá, Lei Seca Maricá, Classilagos, Jovem Mar Sistema de Sonorização, Diário do Leste, da Rádio Ultra FM no Programa do comunicador Allan Christ, além de todos os grupos e páginas de Redes Sociais que noticiaram a campanha e que serão divulgados no site, nas redes e no informativo da ACM até março de 2016 como agradecimento desta Instituição que existe há 61 anos e, como todas, hoje busca a atualização de suas ferramentas de divulgação.

Alguns participantes falam sobre o projeto.

Para o Comerciante Eduardo, das Óticas Maricá, Isso é realmente um processo de "rede" que vai fazer com que os comerciantes se conheçam mais, O conhecido José da Star presentes já colocou que o Shopping Maricá está passando por reformas estruturais e administrativas e que para a próxima data do projeto ele , como síndico, tentará marcar uma reunião com todos os condôminos para que a Associação explique o conceito do projeto e tenha a adesão maior.

Carlos da IMOBI autorizou reuniões e interações com os shoppings administrados por sua empresa, Assim como todos os síndicos e administradoras procurados.

No Núcleo Shopping da Núbia temos o Pará do Skinão do Churrasco. Jorge do CNA, Francisco do Mistura ,Marcelo do Açaí e a empresária do Doce Loucura que além da adesão já estão a disposição da ACM para um projeto de captação de currículuns.

A capacitação de funcionários é o objetivo. Márcia do Varandão do Zé Carlos achou interessante a ideia e já fala sobre a próxima data. Houve um sorteio dentro do restaurante, no horário de almoço, muito bem recebido pelos frequentadores.

A Administração do Center 1 foi um dos apoiadores e estará na reunião de pós produção para trocar idéias sobre as próximas.

A ACM destaca também a participação dos patrocinadores, Alexandre da Sá Rego, Henrique da Pentágono,Letelba da Palladon, Sra Deolinda da Linda Flores, e Patrícia da DMA que, em reunião com o Diretor da ACM teceu comentários e passou boas idéias para o futuro de nosso comércio, especialmente no setor imobiliário. Idéias que serão implantadas durante a gestão desta diretoria.

Outros depoimentos serão divulgados até o final da primeira fase da campanha. Mas o projeto ainda não terminou. Nesta terça feira, dia 12 às 20 horas ainda haverá um sorteio no núcleo Shopping da Núbia e na Segunda, Dia 11 Sorteios na sede da associação específicos para cada participante.

Ao fim os participantes recebem todos os cupons que foram depositados em suas urnas. Estes cupons têm o nome, endereço, telefone e e-mail dos clientes que estiveram em sua loja e irão se transformar em um grande mailing para cada empresa ter um contato mais estreito com seus clientes.

A direção da ACM irá visitar cada loja participante para reunir-se com o empresário e levantar perspectivas de parceria na solução de problemas comuns. Este contato direto também acontecerá com cada associado. Trazer o Associado para o seu espaço não só em dias de reuniões mas, para dar voz aos interesses de parceiros é tão importante quanto iniciar ações nos bairros de Itaipuaçu, Inoã, São José, Ponta Negra, Barra de Maricá e Cordeirinho, onde a ACM pretende fixar núcleos de debates.

Enfim, o Projeto de Visibilidade , como foi demonstrado nas reuniões de preparação e no evento de posse da nova diretoria, não é apenas uma campanha de Natal mas o início de uma grande rede que poderá ser a saída para o futuro do setor comercial em nossa cidade.

Enfim, que venha a fase 2 com a Páscoa e a busca obstinada de adesões em torno de um objetivo comum: O comércio assumindo o seu papel de "mola mestra" para o desenvolvimento de nossa cidade, com ações de resultados mensuráveis.

Janeiro 10, 2016 Posted by | Associações, jornalismo, Maricá, Oportunidades de Negócios | , | Deixe um comentário

Vera Gonzalez eleita Presidente da ABBA

ABBA nova Diretoria A artista plástica com atuação internacional, Vera Lucia Gonzalez Teixeira, foi eleita Presidente da tradicional "ABBA – Academia Brasileira de Belas Artes", fundada em 1948, o que é motivo de orgulho para uma legião de amigos e admiradores de seu trabalho sério no universo cultural. Ela, ainda é membro e diretora administradora da ‘FALASP – Federação das Academias de Letras e Artes do Estado de São Paulo’ para o Estado do Rio de Janeiro, presidente do Setor de Belas Artes da ‘Academia de Letras da Mantiqueira’ (Circuito das Águas, SP) e membro da ACONBRAS – Associação dos Cônsules no Brasil, sediada na capital paulista.

Nossos parabéns à Vera Lucia Gonzalez Teixeira e à nova Diretoria da ABBA que terá muito trabalho pela frente, não deixando de lado todo o elã tradicional que a entidade, a qual pertenceu pintores como Portinari e Di Cavalcante, firmou na história da cultura no Brasil.

Dezembro 13, 2015 Posted by | arte, Associações, cultura, jornalismo | , , | Deixe um comentário

FALASP elege Diretoria do Núcleo Rio de Janeiro para o Biênio 2016 / 2017

A FALASP – Federação das Academias de Letras e Artes do Estado de São Paulo, comunica sua Diretoria do Núcleo Rio de Janeiro para o Biênio 2016 / 2017, que foi anunciada as 17 horas do dia 10 de dezembro de 2015, durante sagração da nova Diretoria da ABBA na FALARJ:

Presidente: Vera Gonzalez
Vice- Diretor-Administrativo: Zélia Fernandes
Diretor Secretário: Jorge Calfo
Diretor Financeiro: Yara Mochiaro
Chefe de Atividades Gerenciais: Sylvia Roriz
Assessora de Planejamento: Regina Mandarino
Conselho Consultivo-Deliberativo: Ed Falcão, Maria Amélia Amaral Paladino e Humberto da Silva Camargo
Conselho Fiscal: Yara Vargas, Nelly Chio Ming e Carlos Alberto Silva Fouraux
Diretores de Área de Imprensa: André Cruz e Rosely Pellegrino (Foto – Jornalista editora deste blog)
Diretor de Área de Divulgações: Dyandrea Valverde
Diretor de Área Cultural: Nequitz
Diretores de Área de Exposições e Curadoria: Matilde Toledo
Diretor de Área de Exposições e Curadoria (Região dos Lagos): Nice Ventura
Diretor de Área de Exposições e Curadoria (Região Serrana): Renato Bordini
Diretor de Área de Exposições e Curadoria (Costa do Sol): Sonia Rocha
Diretor da Área de Leilão: Horácio Ernani Rodrigues de Mello
Diretor de Criação Artística e Teatral: Jorge Nascimento
Diretor de Cinema e Audiovisual: João Rocha

Chancelarias – Ordens Honoríficas:


Ordem do Mérito "Pero Vaz de Caminha": Albene Fagundes de Araujo
Ordem do Mérito do Turismo, da Hotelaria e da Gastronomia: Luciola Assis Santos Albuquerque
Ordem Nacional do Mérito da Dermatologia – FALASP: Dra. Cristina Graneiro
Ordem do Mérito Cívico “Maria Quitéria”: Ricardo da Silva Rocha

Dezembro 11, 2015 Posted by | Associações, cultura, jornalismo | , , , , | Deixe um comentário

OAB elege novos presidentes

São Gonçalo renova a presidência enquanto a Capital, Niterói, Maricá e Itaboraí reelegem profissionais

Por Sany Medeiros e Matheus Merlim

Advogados de todo o Estado decidiram nas urnas, ontem, as presidências da OAB/RJ, Caarj e das subseções. A votação ocorreu, das 9h às 17h. Na Capital, concorrendo pela chapa 22, Felipe Santa Cruz foi reeleito à cadeira mais alta da Seccional.

Disputando à 8ª Subseção de São Gonçalo, o vencedor foi Eliano Enzo, pela chapa Colmeia 123. Em Niterói, Antonio José Barbosa se reelegeu com a chapa 221.

Em Maricá e Itaboraí, respectivamente, os candidatos Amilar Dutra e Jocivaldo Lopes também conquistaram a reeleição. Eles ficam no cargo pelos próximos três anos.

A fim de dar continuidade à defesa dos direitos dos profissionais e da promoção do diálogo, o advogado Felipe Santa Cruz superou os outros três candidatos por 57,43% dos votos válidos, com 37.002. Para o novo mandato, o reeleito presidente promete muito trabalho. "Vejo esses números como um voto de confiança dos advogados, principalmente neste momento difícil que o país passa. Meu compromisso é com o trabalho. Vamos capacitar a categoria sobre o novo CPC (Código de Processo Civil) e melhorar a relação entre os advogados e o Judiciário", declarou.

Em São Gonçalo, a disputa foi muito acirrada. Concorrendo pela segunda vez ao cargo mais alto da 8ª Subseção de São Gonçalo, o advogado Eliano Enzo venceu a disputa com 25,71%. Ele promete unir os profissionais da categoria em prol de ideais comuns. O objetivo é tornar a OAB-SG cada vez mais aberta à participação de todos. Os outros candidatos Wilson Castro, Rosilene Moraes e Adriana dos Santos ficaram com 24,68%, 24,43% e 25,18% dos votos, respectivamente.

Em Niterói, o advogado Antonio José Barbosa da Silva foi reeleito com 2.162 votos. Entre as principais propostas para o novo mandato, o profissional destaca o núcleo dentro da OAB-Niterói para ouvir reclamações e reivindicações dos profissionais que atuam pela cidade. "Se o advogado tiver qualquer problema quanto às causas ou reclamações persistentes, basta procurar o responsável pelo núcleo e encontrar uma solução", explicou.

A 25ª Subseção de Itaboraí também mantém o presidente Jocivaldo Lopes da Silva à frente da instituição. O advogado garantiu 100% dos votos válidos. Para o próximo triênio, a expectativa é implantar o estacionamento privativo para advogados. "É uma luta antiga. O estacionamento terá capacidade para 150 lugares e fica ao lado do Fórum, especialmente desenvolvido para a categoria", relatou. Na Subseção de Maricá, a vitória ficou para o advogado Amilar Dutra.

Novembro 19, 2015 Posted by | Associações, jornalismo, justiça | | Deixe um comentário

ABBA lembrou Elvira Pagã e Ondina Dantas por Thiago de Menezes

texto Thiago de Menezes, fotos Rosely Pellegrino

A tradicional ACADEMIA BRASILEIRA DE BELAS ARTES – ABBA, que foi fundada em 1948 e que é conhecida entidade de utilidade pública do Município e do Estado do Rio de Janeiro, convidou para palestra do acadêmico conde Thiago de Menezes, Presidente da FALASP – Federação das Academias de Letras e Artes do Estado de São Paulo e membro da ACONBRAS – Associação dos Cônsules no Brasil, que apresentou o tema “Presença feminina no Rádio Brasileiro das décadas de 1930 e 1940: Trajetória das Irmãs Pagãs, Elvira e Rosina” com lançamento de seu novo livro, intitulado “Uma Mulher chamada Elvira Pagã”, sobre o mesmo assunto.

DSCN2683DSCN2746 Mesa solene com Dra Messody Benoliel (Presidente da Academia Brasileira de Trova), Dra Yara Vargas (Presidente da Academia Guanabarina de Letras), Príncipe Juan de Bourbon, Profa Maria Amelia Palladino (Presidente da FALARJ), Dra Vera Gonzalez (pela presidência da Academia Brasileira de Belas Artes), Dr André Cruz (Presidente da AIERJ) e Dra Sylvia Roriz (Presidente da Confederação de Felinos do Brasil). Na tribuna, conde Thiago de Menezes (Presidente da FALASP Federação das Academias de Letras e Artes do Estado de São Paulo) 

DSCN2736Acadêmico conde Thiago de Menezes, Presidente da FALASP – Federação das Academias de Letras e Artes do Estado de São Paulo apresentou o tema “Presença feminina no Rádio Brasileiro das décadas de 1930 e 1940: Trajetória das Irmãs Pagãs, Elvira e Rosina” com lançamento de seu novo livro, intitulado “Uma Mulher chamada Elvira Pagã”, sobre o mesmo assunto

DSCN2741DSCN2732

Na ocasião houve outorga do Diploma “Jornalista Ondina Portella Ribeiro Dantas”, comemorativo da FALASP aos 55 anos de fundação da ‘AIERJ – Associação de Imprensa do Estado do Rio de Janeiro – AIERJ’. Foram agraciados com esse Diploma, André Luiz Soares Cruz (presidente da AIERJ), o empresário Luiz dos Passos Bangel, o jornalista e colunista social Vanderlan Nader, o cantor Helcio Hime, o ator de conhecidas novelas da TV Globo e cantor Juan de Bourbon, que detém o título de Príncipe, Cláudio Henrique Barack Obama dos Anjos (da CARICOM – Comunidade do Caribe, que atua com países como Bahamas), mais as acadêmicas Rosely Pellegrino e Nice Ventura, respectivamente jornalista e artista plástica, que representam a FALASP nas cidades de Maricá e Iguaba Grande, onde atuam. O evento, realizado no último dia 11 de junho, teve como palco a sede da FALB no prédio do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, na Glória, Rio de Janeiro.

DSCN2824Após a palestra o Conde Thiago de Menezes recebeu das mãos de Vera Gonzalez uma menção honrosa, em nome da ABBA, pela palestra realizada na entidade.

Agraciados com  o Diploma Jornalista Ondina Portella Ribeiro Dantas

DSCN2749André Luiz Soares Cruz presidente da Associação de Imprensa do Estado do Rio de Janeiro – AIERJ

DSCN2752O ator de conhecidas novelas da TV Globo e cantor Juan de Bourbon, que detém o título de Príncipe

DSCN2760Jornalista e colunista social Vanderlan Nader

DSCN2764Cantor Helcio Hime

DSCN2768O empresário Luiz dos Passos Bangel sendo homenageado ao lado de sua elegante esposa Vera

DSCN2777Acadêmica Rosely Pellegrino jornalista e assessora da Secretaria Municipal Adjunta de Cultura de Maricá, representante da FALASP em Maricá (Editora deste blog de notícias)

DSCN2788Acadêmica Nice Ventura, artista plástica, representante da FALASP em Iguaba Grande

DSCN2794 Cláudio Henrique Barack Obama dos Anjos (da CARICOM – Comunidade do Caribe, que atua com países como Bahamas)

 

Após a entrega dos diplomas, o Conde Thiago de Menezes lançou e autografou seu novo livro intitulado “Uma Mulher chamada Elvira Pagã”

DSCN2833DSCN2845Conde Thiago de Menezes lança seu novo livro, intitulado “Uma Mulher chamada Elvira Pagã”, sobre o mesmo assunto da palestra

DSCN2854DSCN2842DSCN2851DSCN2853

Encerrando este grande encontro festivo cultural, a confraternização durante o chá acadêmico.

Junho 17, 2015 Posted by | arte, Associações, cultura, social | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Ivonne e o Uerê

Por Ricardo Cravo Abin ( Presidente do Instituto Cultural Cravo Albin)

O título aí de cima liga uma mulher extraordinária a um projeto educacional para crianças de favelas chamado UERÊ.

A professora e socióloga Ivonne Bezerra de Mello fez história no Rio quando veio a socorrer alguns dos poucos sobreviventes da tragédia que vitimou os meninos mendigos da Candelária, ato monstruoso que ecoou nos corações do Rio, do Brasil e do mundo. Ecoaria com vigor de seta certeira, contudo, sobre Ivonne, que já cuidava piedosamente das crianças de rua e que, por acaso do destino, foi a primeira a chegar ao local do massacre. Isso marcou o caráter destemido desta mulher que, jovem, bela e rica, além de culta (com doutorado pela Sorbonne), poderia apenas trafegar pelos convescotes de socialites.

Logo depois ela criaria o projeto Uerê, nele injetando sua fibra e dentro dele aplicando seus conhecimentos acadêmicos.

O Uerê, hoje de fama internacional, é uma escola que aplica uma pedagogia desenhada com originalidade única para atender a crianças de favela, as traumatizadas pela violência que vivenciam diariamente. Ou seja, Ivonne refletiu sobre uma realidade cruel: os bloqueios cognitivos e emocionais das crianças. Pesquisando, tal qual cientista com lupa, ela descobriu o antídoto para tentar curar e reabitar aquelas alminhas doentias. E colocou de pé a escola mais original de que tive conhecimento. Ivonne instalou-se no Complexo da Maré, logo ele, o mais feroz em violência, em tráfico de drogas, em miséria. Ali, ela abriga 430 crianças, (entre seis e dezoito anos) reconhecidamente fustigadas pelo dia a dia do desajuste, dos tiroteios, das mortes inesperadas. A par do tratamento psicológico, elas recebem três refeições ao dia, além de aulas curriculares e de ensino técnico.

Poucas instituições amparam o UERÊ, algumas delas internacionais, a começar pela UNESCO. Há dias, a brava Ivonne me disse na ACRJ que precisa de apoio, inclusive alimentos para os quase 500 alunos. Vamos abrir portas?

Outubro 24, 2014 Posted by | Ação Social, assistencia social, Associações, Educação, jornalismo, projeto educacional, projeto social | , , , | Deixe um comentário

ABL elege poeta Ferreira Gullar para sucessão do poeta e tradutor Ivan Junqueira

O novo Acadêmico recebeu 36 dos 37 votos possíveis e foi eleito em primeiro escrutínio. Ivan Junqueira faleceu no dia 03 de julho deste ano

Ferreira Gullar é eleito na ABLA Academia Brasileira de Letras (ABL) elegeu hoje, quinta-feira, dia 9 de outubro, o novo ocupante da Cadeira 37, na sucessão do poeta e tradutor Ivan Junqueira, falecido dia 03 de julho deste ano. O vencedor foi o poeta maranhense Ferreira Gullar, que obteve 36 dos 37 votos possíveis. Votaram 19 Acadêmicos presentes e 18 por cartas. Um voto foi em branco. Os ocupantes anteriores da cadeira foram: Silva Ramos, fundador – que escolheu como patrono o poeta Tomás Antônio Gonzaga –, Alcântara Machado, Getúlio Vargas, Assis Chateaubriand e João Cabral de Melo Neto.

O NOVO ACADÊMICO

Ferreira Gullar, cujo nome verdadeiro é José de Ribamar Ferreira, nasceu em São Luís do Maranhão (Brasil) em 10 de setembro de 1930, numa família de classe média pobre. Dividiu os anos da infância entre a escola e a vida de rua, jogando bola e pescando no Rio Bacanga. Considera que viveu numa espécie de paraíso tropical e, quando chegou à adolescência, ficou chocado em ter que tornar-se adulto, e tornou-se poeta.

No começo acreditava que todos os poetas já haviam morrido e somente depois descobriu que havia muitos deles em sua própria cidade, a algumas quadras de sua casa. Passou então, já com seus dezoito anos, a frequentar os bares da Praça João Lisboa e o Grêmio Lítero-Recreativo, onde, aos domingos, havia leitura de poemas.

Descobriu a poesia moderna apenas aos dezenove anos, ao ler os poemas de Carlos Drummond de Andrade e Manuel Bandeira. Ficou escandalizado com esse tipo de poesia e tratou de informar-se, lendo ensaios sobre a nova poesia. Pouco depois, aderiu a ela e adotou uma atitude totalmente oposta à que tinha anteriormente, tornando-se um poeta experimental radical, que tinha como lema uma frase de Gauguin: “Quando eu aprender a pintar com a mão direita, passarei a pintar com a esquerda, e quando aprender a pintar com a esquerda, passarei a pintar com os pés”.

Ou seja, nada de fórmulas: o poema teria que ser inventado a cada momento. “Eu queria que a própria linguagem fosse inventada a cada poema”, diria ele mais tarde. E assim nasceu o livro que o lançaria no cenário literário do país em 1954: A Luta Corporal. Os últimos poemas deste livro resultam de uma implosão da linguagem poética, e provocariam o surgimento na literatura brasileira da “poesia concreta”, de que Gullar foi um dos participantes e, em seguida dissidente, passando a integrar um grupo de artistas plásticos e poetas do Rio de Janeiro: o grupo neoconcreto.

O movimento neoconcreto surgiu em 1959, com um manifesto escrito por Gullar, seguido da Teoria do não-objeto, estes dois textos fazem hoje parte da história da arte brasileira, pelo que trouxeram de original e revolucionário. São expressões da arte neoconcreta as obras de Lygia Clark e Hélio Oiticica, hoje nomes mundialmente conhecidos.

Gullar, por sua vez, levou suas experiências poéticas ao limite da expressão, criando olivro-poema e, depois, o poema espacial ,e, finalmente, o poema enterrado. Este consiste em uma sala no subsolo a que se tem acesso por uma escada; após penetrar no poema, deparamo-nos com um cubo vermelho; ao levantarmos este cubo, encontramos outro, verde, e sob este ainda outro, branco, que tem escrito numa das faces a palavra “rejuvenesça”.

O poema enterrado foi a última obra neoconcreta de Gullar, que afastou-se então do grupo e integrou-se na luta política revolucionária. Entrou para o partido comunista e passou a escrever poemas política e participar da luta contra a ditadura militar que havia se implantado no país, em 1964. Foi processado e preso na Vila Militar. Mais tarde, teve que abandonar a vida legal, passar à clandestinidade e, depois, ao exílio. Deixou clandestinamente o país e foi para Moscou, depois para Santiago do Chile, Lima e Buenos Aires. Voltou para o Brasil em 1977, quando foi preso e torturado. Libertado por pressão internacional, voltou a trabalhar na imprensa do Rio de Janeiro e, depois, como roteirista de televisão.

Durante o exílio em Buenos Aires, Gullar escreveu Poema Sujo – um longo poema de quase cem páginas – que é considerado a sua obra-prima. Este poema causou enorme impacto ao ser editado no Brasil e foi um dos fatores que determinaram a volta do poeta a seu país.Poema Sujo foi traduzido e publicado em várias línguas e países.

De volta ao Brasil, Gullar publicou, em 1980, Na vertigem do dia e Toda Poesia, livro que reuniu toda sua produção poética até então. Voltou a escrever sobre arte na imprensa do Rio e São Paulo, publicando, nesse campo, dois livros Etapas da arte contemporânea (1985) e Argumentação contra a morte da arte (1993), onde discute a crise da arte contemporânea.

Outro campo de atuação de Ferreira Gullar é o teatro. Após o golpe militar, ele e um grupo de jovens dramaturgos e atores fundou o Teatro Opinião, que teve importante papel na resistência democrática ao regime autoritário. Nesse período, escreveu, com Oduvaldo Vianna Filho, as peças Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come e A saída? Onde fica a saída? De volta do exílio, escreveu a peça Um rubi no umbigo, montada pelo Teatro Casa Grande em 1978.

Mas Gullar afirma que a poesia é sua atividade fundamental. Em 1987, publicou Barulhose, em 1999, Muitas Vozes, que recebeu os principais prêmios de literatura daquele ano. Em 2002, foi indicado para o Prêmio Nobel de Literatura.

Outubro 11, 2014 Posted by | Associações, cultura, jornalismo, literatura, social | , | Deixe um comentário

ASSOCIAÇÃO PESTALOZZI DE MARICÁ saiu como único projeto vencedor do PETROBRÁS COMUNIDADES 2013 em Maricá

Subject: RESULTADO PETROBRÁS
Date: Thu, 7 Nov 2013 21:30:11

CAROS AMIGOS
Comunicamos que a ASSOCIAÇÃO PESTALOZZI DE MARICÁ saiu como único projeto vencedor do PETROBRÁS COMUNIDADES 2013 em Maricá.
Agradecemos a todos que nos apoiaram no nosso projeto BRINCANDO E REABILITANDO, e esperamos poder continuar contando com o apoio da comunidade para nossos projetos em benefício das crianças com deficiência.
Em nome das crianças assistidas agradecemos a todos.

segue o link com o resultado:
http://www.petrobras.com.br/minisite/ipc/rj-es2013/#
Abraços,

Associação Pestalozzi de Maricá

Nota desta editora: Parabéns pelo maravilhoso trabalho que realizado por voces, com amor, garra, empenho e total dedicação. Maravilha!!! Apalusos!!! (Rosely Pellegrino)

Novembro 8, 2013 Posted by | Associações, direitos humanos, jornalismo, Maricá, projeto social | | Deixe um comentário