Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Gincana da pesca agitou final de semana em Maricá

Texto: Jorge André (edição: Gisele Paiva) | Fotos: Fernando Silva e Clarildo Menezes

Participaram da gincana 165 pessoas divididas em 55 equipes. No primeiro dia foram pescados 1.413 peixes e, no domingo, 1.217

Maricá realizou, no último final de semana (23 e 24/05), a 43ª Festa da Pesca, na Rua Um, na Praia de Itaipuaçu. A gincana, promovida pelo Gaivotas Clube de Pesca e pela Federação de Pesca e Lançamento do Estado do Rio de Janeiro (FEPELERJ), contou com o apoio da Prefeitura de Maricá, através das secretarias municipais adjuntas de Esportes e Turismo.

Foram dois dias de muitas atividades, mas poucos peixes. Por conta do mar calmo, a pesca ficou difícil durante a competição e pontuar foi um exercício de paciência, sorte e muita técnica. Mas, enquanto os anzois estavam na água, no ar praticantes de paraquedismo empolgaram o público nas areias da praia.

Pouco importou se o mar não estava para peixe. A profissional de Educação Física Isis das Chagas competiu pela primeira vez pela Equipe de São João da Barra. “É a primeira vez que venho aqui. O evento está sendo bem bacana e a cidade é linda. Este é o primeiro ano que estou competindo e quero voltar aqui muitas vezes”, comentou. Mas, além de conhecer o município, Isis vai levar para casa o troféu de primeiro lugar, por equipe, na Categoria Feminina. Na Sênior, a Orca Preta faturou o primeiro lugar e o bicampeonato. A anfitriã, Gaivotas Clube de Pesca, conseguiu apenas uma terceira colocação na Categoria Feminina. Ano passado, a equipe foi a que melhor pontuou no quadro geral e na Categoria Masculina. O comerciante Paulo Belladonna  competiu pelo Grupo Gaivotas Clube de Pesca e ressaltou que, além de ser um hobby,  é uma boa chance de fazer novos amigos. “Estou aqui parar me divertir. Claro que ganhar é muito legal, mas a festa e a possibilidade de fazer novos amigos é tão gostosa quanto ganhar”, disse.

Escolha da rainha e apresentação musical encerram evento

O domingo (24) começou com passeio ciclístico pelas ruas próximas à Festa da Pesca. O Pedala Maricá, projeto desenvolvido pela Secretaria Municipal Adjunta de Turismo, reuniu um grupo de ciclistas de toda a cidade.

Foram 165 participantes divididos em 55 equipes. Por volta das 12h, começaram as pesagens do pescado. No primeiro dia foram 1.413 peixes, e, no domingo, 1.217. No final da pesagem tudo foi distribuído entre o público. Depois da premiação foi a vez da escolha da Rainha da Pesca 2015. A disputa foi concorrida e a escolhida pelo público foi a estudante Naomy Alves, 14 anos. “As outras candidatas eram muito bonitas, não achei que fosse ganhar”, surpreendeu-se.

Em seguida, o músico Ricardo Pop fez a galera tirar o pé do chão com um repertório bem eclético passeando entre o rock e o forró. Para a maricaense Márcia Silva, 47 anos, a Festa da Pesca sempre é um acontecimento no município. “Não entendo muito de pescaria, mas a agitação que a festa traz é muito boa para o bairro, para a cidade”. disse.

Representante do Gaivotas Clube de Pesca e um dos organizadores do evento, Marcelo Rocha ficou satisfeito com o resultado do encontro. “Foi um trabalho cansativo, mas recompensador. Temos também a preocupação ambiental. Nosso regulamento segue as normas estabelecidas pelo IBAMA para validar somente os peixes na medida e de acordo com cada espécie”, explicou.
Classificação completa
Masculino
1 – Três Anzois
2 – Pampo Dourado
3 – Gaivota Branca
Sênior
1 – Orca Preta (Rio de Janeiro)
2 – Barra de São João (Barra de São João)
3 – Três Anzóis (Rio de Janeiro)
Master
1 – CPEVAP (São Paulo)
2 – Onza Ouro (Rio de Janeiro)
3 – Três Anzóis (Rio de Janeiro)
Feminino
1 – Barra de São João
2 – Três Anzóis Rosa
3 – Gaivotas Clube de Pesca
Juvenil
1 – Orca (Rio de Janeiro)
Avulsa
1 – Mão Mole
2 – Barra Mar
3 – Aquática
Geral
1 – Três Anzóis Preta
2 – Pampo Dourado
3 – Gaivotas Brancas
4 – Orca Preta
5 – Orca Azul
6 – Lobos do Mar Azul
7 – CPEVAP
8 – Barra de São João
9 – Barra de São João Feminina
10 – Orca Ouro

Foram dois dias de atividades, mas com poucos peixes por causa do mar calmo

O projeto Pedala Maricá reuniu um grupo de ciclistas de toda a cidade que participou do evento no domingo

O Clube de Pesca Três Anzois conquistou o primeiro lugar na classificação geral da competição de pesca

O músico Ricardo Pop fez a galera tirar o pé do chão com um repertório bem eclético passeando entre o rock e o forró

Anúncios

Maio 29, 2015 Posted by | jornalismo, Lazer, Maricá, Pesca, shows e eventos, turismo | | Deixe um comentário

Festa da Pesca vai agitar Itaipuaçu no final de semana

Texto: Jorge André (edição: Gisele Paiva) | Fotos: Fernando Silva

Serão dois dias de prova com cerca de 300 participantes, divididos em 100 grupos de três pessoas

Acontece neste final de semana (23 e 24/05), na Praia de Itaipuaçu, na Rua Um, a 43ª Festa da Pesca. O torneio faz parte do calendário da Federação de Pesca e Lançamento do Estado do Rio de Janeiro (FEPELERJ) e reunirá, além dos competidores de Maricá e região, representantes de São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo e do Rio Grande do Sul. Serão dois dias de prova com cerca de 300 participantes, divididos em 100 grupos de três pessoas, em duas categorias, Júnior e Master. A prova, uma das maiores do país, é organizada pelo Gaivota Clube de Pesca e conta com o apoio da Prefeitura de Maricá, através da Secretaria Adjunta de Esporte e da Secretaria Adjunta de Turismo.

As inscrições poderão ser feitas no sábado (23), a partir das 9h, com abertura oficial às 11h. No começo da tarde, às 14h, será iniciada a primeira etapa da prova de pesca, com término às 18h, quando acontecem as pesagens. Já no domingo, às 7h, começa a segunda etapa e, enquanto as equipes estarão na água, acontece em terra firme o “Pedala Maricá”, projeto desenvolvido pela Secretaria Municipal Adjunta de Turismo. Os organizadores do evento irão sortear duas bicicletas entre os participantes.

A segunda etapa termina às 11h com a pesagem dos pescados. Às 12h, um desfile de moda definirá a rainha e a princesa da competição. Em seguida, será a vez de premiar os atletas pescadores. É importante ressaltar que os participantes da prova de pesca devem apresentar obrigatoriamente a licença de pesca amadora, que pode ser retirada no site.

A equipe com a melhor campanha no quadro geral e no masculino em 2014 foi a Bege dos Gaivotas Clube de Pesca. Na categoria juvenil a melhor colocação foi para o Clube Orca de Pesca, que também venceu na categoria Master. No feminino, a equipe vencedora foi a Pampo Clube e a Lobos do Mar, na categoria Sênior. No total, em 2014, foram 4.110 peças capturadas que juntas somaram 44,355 kg. O pescado foi doado às comunidades carentes da região.

Equipe com a melhor campanha no quadro geral e no masculino em 2014 foi a Bege dos Gaivotas Clube de Pesca

Maio 22, 2015 Posted by | jornalismo, Lazer, Maricá, Pesca, shows e eventos, turismo | | Deixe um comentário

Dr. Sebastião Rodrigues toma posse como Subsecretário de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca do Estado do Rio de Janeiro

Sebastião Rodrigues toma posse como Subsecretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca.O dia de hoje é marcado na história política do Estado do Rio de Janeiro por mais um maricaense, Dr. Sebastião Rodrigues, tomou posse hoje cedo, como Subsecretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca.
Motivo de muito orgulho!!
Parabéns e sucesso meu amigo nesta nova trajetória!!!

Janeiro 7, 2015 Posted by | jornalismo, Pesca | , , , | Deixe um comentário

I Festival do Peixe de Maricá atraiu grande público

Texto e fotos: Rosely Pellegrino

A Prefeitura Municipal de Maricá através da Secretaria de Pesca, Aquicultura, Agricultura e Pecuária, realizou neste sábado 29 de novembro, em sua sede em Ubatiba, o I Festival do Peixe com a participação de pescadores, produtores rurais e artesãos locais, que expuseram seus produtos para venda com grande sucesso.

Equipe da Secretaria de Pesca, Aquicultura, Agricultura e Pecuária de Maricá Equipe da Secretaria que realizou neste sábado, o I Festival do Peixe de Maricá, um evento elogiado por todos que participaram

I Festival do Peixe de Maricá 29.11.2014. Fotos Rosely Pellegrino(190)Panorâmica do ambiente

De acordo com o secretário Rubem Pereira, o festival teve como objetivo apresentar à população as espécies das lagoas do município, como a tainha, parati, tilápia, bagre e siri, e superou a expectativa atraindo um público de mais de 600 pessoas.

 I Festival do Peixe de Maricá 29.11.2014. Fotos Rosely Pellegrino(189)I Festival do Peixe de Maricá 29.11.2014. Fotos Rosely Pellegrino(188) Pratos saborosos, cerveja gelada, alegria e descontração marcaram a festa

Durante todo o dia o publico provou e aprovou as delícias, como o risoto de camarão oferecido para degustação, caldo de siri e de camarão, camarão frito, arroz com polvo e camarão, nhoque e talharim ao molho de camarão, dentre outras delícias, vale mencionar que um dos pratos que recebeu mais elogios foi o peixe assado na brasa.

I Festival do Peixe de Maricá 29.11.2014. Fotos Rosely Pellegrino(138)I Festival do Peixe de Maricá 29.11.2014. Fotos Rosely Pellegrino(144)I Festival do Peixe de Maricá 29.11.2014. Fotos Rosely Pellegrino(221)I Festival do Peixe de Maricá 29.11.2014. Fotos Rosely Pellegrino(241)

Músicos do Projeto Sob o Céu Sob o Sol de Maricá, animaram o festival

I Festival do Peixe de Maricá 29.11.2014. Fotos Rosely Pellegrino(162)I Festival do Peixe de Maricá 29.11.2014. Fotos Rosely Pellegrino(170)I Festival do Peixe de Maricá 29.11.2014. Fotos Rosely Pellegrino(195)I Festival do Peixe de Maricá 29.11.2014. Fotos Rosely Pellegrino(211)

Na oportunidade a empresa proprietária da Fazenda São Bento da Lagoa ofereceu à criançada um espaço infantil chamado Fazendinha São Bento da Lagoa. Entre as atividades realizadas pela IDB estavam: oficinas de ilustração da flora da Restinga de Maricá e dos peixes nativos da lagoa da cidade, tobogã inflável e pula-pula. Ministrado pela bióloga e professora Cristina Siqueira, as aulas de desenho deram a oportunidade de as crianças conhecerem as espécies de peixes e plantas da região de uma forma lúdica e educativa. Cerca de 80 crianças participaram da oficina, e 92 desenhos foram produzidos pela criançada.

I Festival do Peixe de Maricá 29.11.2014. Fotos Rosely Pellegrino(131)I Festival do Peixe de Maricá 29.11.2014. Fotos Rosely Pellegrino(133)

No álbum de fotos, você  confere momentos do I Festival do Peixe de Maricá

Novembro 30, 2014 Posted by | agricultura e pesca, arte, culinária, Festivais, Gastronomia, jornalismo, Lazer, Maricá, Pesca, social | | Deixe um comentário

Festival do Peixe acontece neste sábado em Maricá

Texto: Raquel Andrade

O evento contará com a participação de pescadores, produtores rurais e artesãos locais, que irão expor seus produtos

A Prefeitura Municipal de Maricá, através da Secretaria de Pesca, Aquicultura, Agricultura e Pecuária, realizará neste sábado (29/11), a partir das 9h, o I Festival do Peixe, no bairro de  Ubatiba, com a participação de pescadores, produtores rurais ou artesãos locais, que irão expor seus produtos. A proposta do evento, de acordo com a secretaria, é apresentar aos visitantes as espécies das lagoas do município, como a tainha, parati, tilápia, bagre e siri.

Além dos peixes, o evento será organizado com produtos agroecológicos (sem agrotóxicos), cultivados na cidade (disponibilizados para a venda), tais como rúcula, aipim, banana, tomate, laranja, tangerina, mel, queijos de cabra e de vaca, entre outros; artesanatos locais; orquídeas e mudas aromáticas.  A ocasião ainda será marcada pela apresentação dos músicos do projeto "Sob o Céu, Sob o Sol de Maricá", da Secretaria Municipal de Turismo, e degustação de iguarias, como bolo de peixe e risoto de camarão. Para as crianças, haverá pula-pula e outras atividades.

O evento ocorrerá na Secretaria de Pesca, Aquicultura, Agricultura e Pecuária, que fica na Estrada de Ubatiba, km 1, s/nº – Ubatiba, Maricá, RJ. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones 3731-4014.

Novembro 28, 2014 Posted by | Gastronomia, jornalismo, Lazer, Maricá, Pesca | | Deixe um comentário

Itaipuaçu realiza a 42ª Festa da Pesca neste fim de semana

Texto: Fernando Uchôa (edição Marcelo Ambrosio)

Pescadores fluminenses e de outros estados participarão nos dias 07 e 08/06, da 42ª Festa da Pesca de Itaipuaçu. A competição é uma das mais antigas e tradicionais do país, e envolve cerca de 150 pescadores vindos de diversas cidades da região. As inscrições para o torneio poderão ser feita em um estande na Rua 1, em Itaipuaçu,  de 9h às 12h do sábado (07/06). É necessária a apresentação da licença de pesca amadora. Às 11h haverá o sorteio dos boxes e a competição começa às 14h, indo até 18h. No domingo (08/06) a competição  vai das 7h ao meio-dia.

Este ano, além da realização do concurso “Rainha da Pesca 2014”, o evento contará também com uma edição do projeto musical “Sob o sol, sob o céu de Maricá”, que terá a participação de diversos artistas locais em apresentações às 19h (sábado), 12h e 15h (domingo). E no domingo, às 8h, na orla da Avenida 1, será realizada também mais uma edição do projeto “Pedala Maricá”, que reúne  ciclistas em passeios organizados.  Na parte esportiva, o evento contará com torneios de vôlei e futevôlei a partir das 9h, com a quadra montada em frente ao Quiosque do Bigode, na rua 72.

A realização e coordenação do evento é de Roberto da Gaviões, com apoio da Prefeitura de Maricá – secretarias municipais de Turismo e Lazer, Esportes e Segurança Pública – além da Confederação Brasileira de Pesca e Clube Gaivotas de Pesca. 

Junho 6, 2014 Posted by | jornalismo, Lazer, Maricá, Pesca | | Deixe um comentário

Itaipuaçu recebe a 41ª Festa da Pesca neste sábado

Texto: Fernando Uchôa (edição: Marcelo Moreira) | Fotos: Paulo Polônio

Itaipuaçu recebe a 41ª Festa da Pesca neste sábado

A praia de Itaipuaçu, em Maricá, recebe no próximo sábado, dia 08/06, a 41ª edição da Festa da Pesca, uma das mais importantes competições do setor no Estado do Rio. Ao todo, são esperados mais de 180 competidores de diversas partes do país, como São Paulo e Espírito Santo.

Os preparativos já estão em fase final e o evento terá atrações para além dos anzóis, como uma divertida gincana ecológica para crianças, competições de vôlei e futevôlei, passeio ciclístico e shows musicais.

A Festa da Pesca é uma parceria entre a Prefeitura de Maricá, por meio das secretarias de Esportes e Turismo e Lazer, a Federação de Pesca e Lançamento do Estado do Rio (Fepelerj) e o “Gaivotas Clube de Pesca”, de Itaipuaçu.

Segundo o presidente da Fepelerj, Valério Soares Pedra, a praia será dividida em 60 boxes (baias) de competição, com uma média de cinco metros de faixa de areia cada uma delas. “A prova será realizada com base no regulamento da Federação de Pesca. Cada peça pescada vale dois pontos e para cada 100 gramas o competidor ganha mais um ponto", explica Valério. "Será uma festa bonita”, antecipa.

Ainda segundo o presidente da Federação, todos os participantes devem apresentar a ‘Licença de Pesca Amadora’ fornecida pelo Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) e que pode ser obtida pelo site www.mpa.gov.br. As inscrições para a prova podem ser feitas pelo e-mail gaivotas_99@yahoo.com.br ou até às 10h do sábado (08/06), no Bar Canal (local da pesagem). O custo é de R$ 60,00 por trio de atletas. Até o momento, estão inscritos 21 atletas do Espírito Santo e 30 de São Paulo.

Outras atividades
As demais atividades do evento são gratuitas. O torneio de vôlei e futevôlei será realizado no sábado (08), das 9h às 14h, próximo ao Quiosque do Bigode (Rua 72) e as premiações serão no dia seguinte, a partir de 13h. Os troféus serão entregues pelo secretário municipal de Esportes, Leonardo Souza, e demais organizadores do evento. Já o passeio ciclístico ocorre na manhã de domingo, às 8h, com saída na Praça dos Gaviões (Avenida 1). Duas bicicletas serão sorteadas entre os participantes.

Rainha da Pesca

Outra grande atração da festa será o concurso da ‘Rainha da Pesca’ – que será realizado a partir de 12h de domingo (09) por um júri composto por convidados pela organização. As classificadas (Rainha, 1ª e 2ª Princesas), receberão prêmios em produtos de beleza e roupas de moda praia.

As inscrições para o concurso Rainha da Pesca, para os torneios de vôlei e futevôlei e para a gincana podem ser feitas nos seguintes endereços: Lojas Abutre de Inoã e Itaipuaçu, Quiosque do Bigode, Bar Canal, Quiosque sobre as Ondas, secretaria de Turismo (3731-5094) e secretaria de Esportes (3731-1756).

Ao todo, são esperados mais de 180 competidores de diversas partes do país

Junho 5, 2013 Posted by | jornalismo, Lazer, Maricá, Pesca, shows e eventos, turismo | | Deixe um comentário

Ministro da Pesca visita Maricá e assina documento

Texto: Fernando Uchôa | Fotos: Fernando Silva

Crivela e secretário Haroldo Júnior se cumprimentam após o município receber uma escavadeira hidráulica para piscicultura

O ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivela, visitou Maricá nesta quinta-feira (01/10). Crivella esteve no Paço Municipal onde foi recebido pelo chefe de gabinete Kleber Ottero e assinou documento oficializando a entrega ao município de uma escavadeira hidráulica, para ser empregada na construção de tanques escavados para Piscicultura.

Acompanharam a comitiva o deputado Victor Paulo, o superintendente federal do ministério, Antonio Emílio Santos e o presidente da Federação de Pesca-RJ, José Maria Puga.

O documento, intitulado Termo de Permissão de Bens Móveis, foi assinado pelo ministro Crivela, pelo secretário municipal de Pesca, Haroldo Junior, pelo superintendente do ministério Antônio Emílio e pelo deputado Vítor Paulo, oficializando a entrega do equipamento, adquirido há quatro meses pelo Ministério da Pesca e Aquicultura, para ser utilizado na confecção de tanques destinados ao projeto de piscicultura em Maricá.

Plano Safra

O ministro Crivela falou do Plano Safra, sancionado no dia 25/10/2012 pela presidente Dilma Roussef, com suporte do BNDES para grandes investimentos, Banco do Brasil e CEF para investimentos menores na pesca, maricultura, carcinocultura (camarão) e outras formas de criação, com juros mínimos de 0,5% ao ano, com valores que vão de R$ 1.500 a R$ 2 milhões. “Com as linhas de crédito e ações, o pescador artesanal profissional, o piscicultor ou agricultor familiar que tiver projeto de piscicultura aprovado, poderão fazer uso do Plano, desde que possuam o Documento de Aptidão ao Pronaf (DAP). Da mesma forma, associações, cooperativas e colônias de pesca terão acesso ao crédito, como pessoa jurídica, comprovada sua produção de pescado”, adiantou.

Ainda segundo o ministro, Maricá tem um vasto litoral, e a criação em cativeiro deve ser também incentivada. “O potencial do pescado não é inesgotável, e temos de contribuir com a criação em cativeiro. Os agricultores familiares podem ser piscicultores de sucesso, pois o esterco de peixe e a farinha de peixe podem ser aproveitados na agricultura, como adubo. Por outro lado, Maricá tem um complexo lagunar que é o segundo do estado. O Ministério da Pesca e Aquicultura, tem interesse em apoiar o desassoreamento das lagoas, de um modo geral, para desenvolvimento da atividade pesqueira lagunar. A ponte da Barra de Maricá, que o prefeito Washington Quaquá está construindo, contribuirá enormemente para isso, quando suas comportas estiverem em uso, renovando as águas da lagoa e as espécies. Aí então poderemos entrar com uma moratória para a pesca, pagando um defeso para os pescadores em troca do respeito à fase criatória dos alevinos, pois a oferta de pescado adulto será multiplicada e garantirá a “safra” para pescadores e retorno social dos investidores”, completou.

Ministro e secretário municipal de Agricultura e Pesca assinam documento

Haroldo Júnior, deputado Víctor Paulo e ministro Crivela

Novembro 2, 2012 Posted by | jornalismo, Maricá, Pesca | | Deixe um comentário

Resíduos da pesca podem virar biodiesel

Parceria entre Petrobras Biocombustível e Ministério da Pesca vai intensificar estudos para o aproveitamento de óleo de peixe

A Petrobras Biocombustível e o Ministério da Pesca e Aquicultura assinaram, nesta quinta-feira (25/10), no Palácio do Planalto, em Brasília, memorando de entendimentos para ampliar programas cooperativos com foco na pesquisa e produção de biodiesel a partir de matéria-prima residual do pescado. A parceria foi firmada no evento de lançamento do Plano Safra da Pesca e Aquicultura, com a presença da presidenta da República, Dilma Rousseff.

Para o presidente da Petrobras Biocombustível, Miguel Rossetto, a parceria tem o propósito de promover estudos para utilização desta matéria-prima na produção de biodiesel. "Vamos apoiar o desenvolvimento de uma nova alternativa de suprimento e contribuir também para o aproveitamento de resíduos da atividade pesqueira na produção de bicombustíveis", avalia o presidente.
A iniciativa está alinhada ao Plano Safra que visa à expansão da atividade e do comércio pesqueiro e tem como meta produzir 2 milhões de toneladas anuais de pescado até 2014. A Petrobras Biocombustível já desenvolve iniciativas para avaliar o aproveitamento de óleo de peixe para biodiesel. Um exemplo é a parceria no projeto piloto Biopeixe realizado com piscicultores da região de Jaguaribara, no Ceará, para prospecção no Açude Castanhão.
O acordo tem como principais objetivos ampliar o aproveitamento e a produtividade dos recursos naturais, pesqueiros e aquícolas, aumentar a renda dos pescadores e agregar valor à sua produção, além de promover o desenvolvimento técnico, científico e de inovações tecnológicas para a atividade.

Gerência de Imprensa/Comunicação Institucional

Outubro 26, 2012 Posted by | ciência, jornalismo, Pesca, Tecnologia | Deixe um comentário

Ministro da Pesca visita Maricá e discute com prefeito avanços para colônias da cidade

Texto: Marcelo Ambrosio | Fotos: Paulo Polônio

Ministro Crivella, deputado Vitor Paulo e prefeito Quaquá na Associação de Pescadores de Zacarias

O ministro da Pesca, Marcelo Crivella, visitou Marica na sexta-feira, 08/06. O objetivo da iniciativa foi o de discutir com os pescadores locais modelos econômicos que vão servir de exemplo para colônias do resto do pais e ouvir as reivindicações. Maricá tem uma tradição nessa atividade e foi a primeira vez que um ministro da pasta esteve na cidade. O saldo do encontro foi positivo: uma das principais queixas, a falta de um pagamento por defeso, deverá ser resolvida logo. Sob aplausos, o ministro anunciou que um representante do ministério estará na cidade na próxima quarta-feira para apressar o andamento do pleito.
Acompanhado do prefeito Washington Quaquá, do deputado federal Vitor Paulo (PRB) e de outras autoridades, o ministro visitou a ONG Ecoponto, em Araçatiba, e a vila de pescadores de Zacarias, em Barra de Maricá. O ministro também conheceu as obras da ponte José Alencar Gomes da Silva, na Barra.
Crivella falou das iniciativas governamentais disponíveis para os pescadores e do interesse do ministério em solucionar as dificuldades. "Temos projetos como o de organizar as colônias para ter combustível mais barato, produzir o próprio gelo, construir laboratórios para alevinos, fábricas de farinha e outras iniciativas. Tudo isso esta à disposição de vocês", afirmou Crivella.

Anúncio de mudanças no defeso para pescadores locais

O prefeito ficou satisfeito com a garantia dada e com a nova dinâmica do ministério. "Estivemos lá antes de o atual ministro tomar posse para questionar porque o defeso era dado apenas para a pesca do camarão rosa, quando deveria ser para toda a lagoa, nos moldes do que já é feito na Lagoa dos Patos, no Rio Grande do Sul", afirmou o prefeito a uma plateia formada por representantes das varias colônias. Também foram encaminhados pedidos de apoio ao projeto de maricultura no município e de qualificação profissional para 620 pessoas. O projeto ésta tramitando na Petrobras.
Segundo os pescadores, os problemas maiores se relacionam ao assoreamento e ao derrame de esgoto nas lagoas. A queixa comum é a de que a poluição reduziu os cardumes nas lagoas e está obrigando a maioria a pescar no mar cada vez mais longe de terra.

"Achamos bom o resultado da visita. Vamos ver essa questão do defeso que é muito importante. Muitos pescadores estão tendo materiais apreendidos por conta da proibição que é para o camarão. Ficamos orgulhosos de receber um ministro em nossa casa", ressaltou Vilson Correia, presidente da Associação de Pescadores de Zacarias.
O Ministro disse que esteve com a Petrobras cobrando as compensações ambientais para a atividade da pesca. "O setor está atrasado por conta da falta de investimentos em décadas, principalmente em equipamentos, estamos dando muita atenção a isso", disse Crivella. Ao seu lado, o deputado federal Vitor Paulo, do PRB, também prometeu empenho. "Na segunda-feira vou me reunir com a equipe para acelerar os projetos de Maricá".

Acompanhado do prefeito Washington Quaquá, o ministro Marcelo Crivella conheceu a ONG Ecoponto, em Araçatiba

Ministro disse que cobrou da Petrobras compensações

ambientais para a atividade da pesca

Ênfase na recuperação das lagoas

O prefeito ressaltou o que está sendo feito para recuperar as lagoas. "Temos 33 milhões do PAC 2 já licitando e com a compensação da Petrobras ao emissário submarino do Comperj, mais R$ 60 milhões. Isso vai ajudar a resolver 70 por cento do problema de esgoto. Estamos cobrando outras compensações para Itaipuacu para ampliar isso", afirmou. "Nossas lagoas têm potencial para se transformarem nas maiores produtoras do estado. Com o apoio do ministro isso vai acontecer", completou.
Marcelo Crivella esclareceu as limitações da lei que regula o defeso. "A lei veio para proteger as espécies e os estuários. Nao tem o objetivo de ser um projeto social para os pescadores, mas o governo tem outros programas de apoio social porque a presidente Dilma tem uma atencão especial sobre isso. Mas a melhor maneira de proteger os pescadores é cuidar da lagoa. Hoje há 585 mil pescadores no defeso e mais de R$ 1 bi de investimento, em parceria com a área de meio ambiente. Vamos verificar com eles a situação daqui", disse.
O ministro fez uma crítica a Petrobras, que segundo ele empenhou R$ 40 milhões para estudar a questão da pesca e desse valor apenas R$ 2 milhões efetivamente viraram projetos práticos. Destacou também que a lei de compensações ambientais não contempla cuidar dos pescadores que dividem espaço com a atividade petrolífera. "Plataformas, sonares e barcos afetam os cardumes e a lei precisa ter esse alcance", acrescentou.

Junho 14, 2012 Posted by | jornalismo, Maricá, Pesca | , , | Deixe um comentário