Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Em Maricá o alto nivel textual agrada jurados das Olimpíadas da Língua Portuguesa

Texto: Valéria Vianna | Fotos: Clarildo Menezes

Comissão julgadora sentiu dificuldade de escolher os cinco textos.

Cerca de 100 pessoas, entre professores pais e alunos, estiveram na Universidade Severino Sombra nesta sexta-feira (21.09) para assistir à escolha dos cinco textos que vão representar o município nas Olimpíadas da Língua Portuguesa na etapa estadual. Dos 25 pré-selecionados na fase municipal, classificaram-se um artigo, uma crônica, uma memória e dois poemas, numa difícil avaliação para a banca de jurados.

Os alunos agraciados foram; Lucas Henrique da Costa, da CEM Joana Benedicta Rangel, categoria artigo de opinião; Tamires Felipe Coutinho, da E.M. Vereador João da Silva Bezerra, categoria memórias; José Hélio, da E.M. Marquês de Maricá, categoria crônicas; Jonatan de Azevedo Moreira, da E.M. Guaratiba, categoria poemas, e Júlia Rodrigues, também da E.M. Marquês de Maricá, categoria poemas.

– Eu não esperava ganhar! Mas gostei muito de ter sido escolhido, festejou José Hélio.

O professor do CIEP 259, José Eliseo de Barros, fazia parte da comissão julgadora e elogiou muito a qualidade dos textos. “Foi muito difícil escolher cinco dos 25 e isso é motivo de alegria para nós, porque sinaliza esmero dos estudantes com a língua”, frisou.

O clima era de muita alegria e mesmo os alunos que não viram suas criações selecionadas para a próxima etapa saíram do evento com a sensação de trabalho reconhecido. Todos apresentaram alto nível gramatical, humor e crítica. “Uma crítica com esperança”, enfatizou José Eliseo.

Já a subsecretária municipal de Educação Básica, Carolina Farias, confessou estar emocionada com a criatividade demonstrada nos textos, principalmente os que desenvolveram a temática da cidade. “Fiquei encantada, porque sou nascida e criada em Maricá e percebi uma autoestima por parte das crianças com o lugar onde moram”, disse.

Todos os participantes reunidos antes de anunciarem os vencedores.

Lucas ganhou com artigo de opinião.

Tamires recebeu seu certificado da subsecretária Carolina Farias (de branco.

José Hélio não esperava ganhar. 

Professor José Elíseo entregou livro e certificado a Jonatan.

Anúncios

Setembro 23, 2012 Posted by | Educação, jornalismo, literatura, Maricá, projeto educacional | | Deixe um comentário

Maricá comemora Dia da Árvore com plantio de mudas nativas

Texto: Rafael Zarôr | Fotos: Fernando Silva

Maria Luiza regou as mudas de plantas nativas que plantou na EM Lúcio Thomé Feiteira, em Cordeirinho

Em comemoração ao Dia da Árvore (21/09), a Prefeitura de Maricá fez uma ação nesta sexta-feira de plantio de mudas nativas em duas escolas municipais. A subsecretaria de Ambiente doou as espécies e os alunos das unidades, com auxilio de professores, participaram das atividades de reflorestamento nas escolas.

Nas escolas Lúcio Thomé Feiteira, em Cordeirinho, e CAIC Elomir Silva, em São José do Imbassaí, foram plantadas 17 mudas de ipê rosa, ipê amarelo, algodão da praia, flamboyant, pau-brasil, aroeira e pé de vaca.

Além de colocar as mãos na terra, as crianças da escola de Cordeirinho também fizeram trabalhos sobre o meio ambiente. Aluna do 2º ano do Ensino Fundamental, Maria Luiza Souza Guedes, de 8 anos, aprovou as atividades realizadas nesta sexta-feira. “Gostei de regar as plantas e também fiz texto sobre a preservação do planeta”, contou Maria Luiza.

A estudante do 4º ano do Ensino Fundamental, Natália Cristina Silva David, de 11 anos, disse que fez o plantio de mudas na escola e em casa. “Aprendi que devemos preservar a natureza com ações simples, como não jogar lixo em rios e lagoas. Também plantei rosas no quintal da minha casa”, afirmou ela, que mora em Cordeirinho.

Doação de mudas

O coordenador de Urbanização da Secretaria Municipal de Ambiente e Urbanismo, Luiz Antônio de Martin Ramos, que também auxiliou os alunos, destacou que a secretaria dispõe de 5 mil mudas para plantio. “Essas mudas são compensações pagas pelos contribuintes. Quando o morador precisar cortar uma árvore, a gente avalia a espécie e eles pagam com mudas e terras para adubo”, explicou.

Ele acrescentou que, a pedido dos moradores, a subsecretaria plantou 20 mudas em um condomínio no Caxito nesta semana. “Também doamos 30 espécies para a população poder participar destas ações que realizamos com frequência pela cidade”, completou.

A subsecretaria do Ambiente também doou a Defesa Civil municipal 26 mudas entre pau-brasil, ipê amarelo e outras nativas de mata ciliar, como aroeira e pé de vaca. Segundo o coordenador do órgão, coronel Jorge Braga, 10 serão plantadas na sede às margens da RJ-106 e as demais serão colocadas em um condomínio em Santa Paula, onde a própria Defesa Civil cortou eucaliptos que estavam apodrecendo. “O pedido de retirada das árvores foi feito pelos moradores e teve autorização da subsecretaria de Ambiente que, agora, doou essas mudas para reflorestamento no local”, informou coronel Braga.

Alunas de escola de Cordeirinho plantaram mudas na pátio

Durante a semana, alunos fizeram trabalhos sobre o Dia da Árvore

Setembro 23, 2012 Posted by | Ecologia, Educação, jornalismo, Maricá, meio ambiente | Deixe um comentário